Sábado, 31 de Janeiro de 2009

Sim é possível

 

Numa reunião no passado dia 27 de Janeiro de 2009, alguns membros de uma coisa que se chama Comissão Concelhia de Viana do Alentejo do Partido Comunista Português, algumas pessoas iluminadas pelo privilégio que é pertencer a este clube exclusivo reuniram para mais uma sessão de afirmação comunista, tendo por ordem de trabalhos a análise á situação política e as tarefas da referida comissão e partido para o ano da graça de 2009.
Depois de breves elogios tipo; - O Sr. É comunista, mas eu sou muito mais porque eu é que mando! ... Passaram ao ritual propriamente dito, que diz quem já viu, ser uma experiência enternecedora, assim tipo povo unido já mais será vencido, mas sem povo que está frio e o povo não é para aqui chamado.
Depois das brincadeiras habituais, o presidente da concelhia acabou com o jogo do monopólio porque estava a perder. – Assim não pode ser! Tu tens a câmara, tu tens metade de Viana, vocês têm a junta. E eu??? Acabou-se o jogo! … Vá arrumem lá as casinhas e os hotéis e as notinhas todas para a caixa. Agora vamos brincar aos camaradas!
 
 
Bem, brincaram, brincaram, foi um fartote, até mandaram a brincadeira para o Diário do Sul. Em jeito de conclusão definiram quatro pontos importantes e passo a transcrever:
“1º Conforme foi sublinhado no comunicado do passado dia 10 de Novembro, os factos mostram que a política do Partido Socialista e do seu governo agravaram as condições de vida da população do concelho. Muitas das pequenas empresas do Concelho, estão a diminuir o seu pessoal. No Centro de Saúde continuamos sem médicos durante a noite e com consultas insuficientes durante o dia, assim como continuamos a ser o único concelho no Distrito onde não é emitido o cartão do cidadão. Todas as propostas para o Concelho, apresentadas pelo PCP na Assembleia da República na discussão do Orçamento de Estado, foram rejeitadas pelo Partido Socialista. O Partido Socialista ao nível local, assume assim a responsabilidade do Posto da GNR de Viana não ser requalificado, do Paço dos Henriques em Alcáçovas continuar a degradar-se e pela indefinição do processo do IC 33. Isto são factos, que nos mostram a falta de respeito do Partido Socialista pelas populações. O Concelho é também afectado pela instabilidade nas empresas Tyco e Kemet, onde trabalham dezenas de homens e mulheres do nosso Concelho. Os responsáveis por esta politica não têm autoridade para dizer que vão atrair novos investimentos e captar novas empresas porque já demonstraram o que valem e do que realmente são capazes.”
Claro que com tanta brincadeira tinha de haver confusão, que o Partido Socialista seja responsável pela calamidade que têm sido estes últimos 3 anos em matéria de política nacional, penso que estamos todos de acordo, na questão do centro de saúde igualmente, bem como no desrespeito pelas populações, diria mesmo pela generalidade dos portugueses. Mas claro com tanta brincadeira tinham que meter os pés pelas mãos e tirar um coelho da cartola á martelada. Querem-nos dizer estes senhores que o Partido Socialista local é responsável pelo Posto da GNR de Viana não ser requalificado, do Paço dos Henriques em Alcáçovas continuar a degradar-se e pela indefinição do processo do IC 33, e mais são também responsabilizados pelos despedimentos na Tyco e Kemet. Atrevo-me a dizer que o Movimento Unidos pelo Concelho de Viana do Alentejo também será responsável. E em ultima análise eu como apoiante do movimento.
E já agora porque é que não responsabilizaram também o PS local, por não conseguir nem tentar fomentar a dinâmica popular motivando a participação dos munícipes na vida das autarquias, por não promover um prestar de contas periódico a toda a população sobre a actividade desenvolvida, nomeadamente através do boletim municipal e de boletins informativos das juntas de freguesia, por não Exigir e captar mais financiamentos, tanto nacionais como da união europeia, por não promover a expansão urbana nas três freguesias de forma equilibrada e harmoniosa, por não promover a recuperação dos centros históricos de Viana, Alcáçovas e Aguiar requalificando a imagem urbana, por nada terem feito pelaconservação e valorização do património histórico e arquitectónico de todo o concelho, retirando a anta de Aguiar, por não terem continuadoa adquirir e infra-estruturar terrenos para novos loteamentos, por nada ter sido feito para desenvolver esforços para infra-estruturar a zona envolvente do Santuário de Nossa Senhora de Aires, por nada terem feito para solucionara posse das casas do Bairro das Pré-Fabricadas, com venda dos terrenos aos seus ocupantes, por nada ter sido feito no que diz respeito á defesa dosvalores culturais e contribuir para o aprofundamento da identidade da nossa região, por não terem construído a Piscina Municipal em Alcáçovas nem a piscina coberta em Viana, nem me parece que o façam até ao fim do mandato, por terem mentido categoricamente á população e nada terem feito relativamente á construção do Pavilhão Polidesportivo Coberto de Aguiar e criação de condições para recolocação da zona desportiva descoberta, por não terem feito a remodelação do antigo cinema de Alcáçovas, contemplando espaços para as colectividades sem sede própria, por não terem continuado, nem tão-pouco começado a requalificação do parque escolar e colaboração com os agrupamentos escolares e reforçar a intervenção na área educativa, não terem querido saber de promover a criação de uma zona de pesca desportiva, por não terem feito a ampliação das zonas industriais de Alcáçovas e de Viana do Alentejo, nem terem sequer esboçado a prometida zona oficinal de Aguiar, por nada ter sido feito para apoiar a instalação de empresas, quer nas zonas industriais, quer em outras áreas do concelho, por nada ou muito pouco ter sido feito pelo gabinete de apoio ao Desenvolvimento Económico, e o tão falado estudo de um programa municipal de apoio às micro, pequenas e médias empresas, …
É que estas pequenas coisas não foram o PS Viana, nem o PSD Viana que as prometeu, foi o senhor que estava a ganhar o monopólio e os amiguinhos que noutro qualquer ajuntamento tiveram estas ideias. Não esmoreçam estão quase lá.
Bem ponto dois:
“2º. A Comissão Concelhia de Viana do Alentejo do PCP, condena as “afirmações” da Governadora Civil do Distrito de Évora, aquando de uma visita recente a Alcáçovas, por ter afirmado “o tempo que a Câmara vai gastar dinheiro na Piscina, devia contribuir para recuperar o Palácio”. A representante do Ministério da Administração Interna e o PS têm obrigação de saber que o Palácio é da responsabilidade do Estado e não da Autarquia, mas também devem saber que as competências das autárquicas não se confundem com as do Governo. A Governadora Civil e o PS têm obrigação de respeitar a legitimidade da população das Alcáçovas ter a sua Piscina. Até porque sabemos, que, se o PS estivesse na Câmara Municipal as Piscinas em Alcáçovas não seriam construídas. São factos destes, que nos mostram que o Partido Socialista e os seus representantes não têm respeito pelas populações. O que a Governadora Civil e o PS não explicaram foi quais as razões que levaram o PS a votar contra todas as propostas para o Concelho de Viana do Alentejo, mas não explicaram também porque continua por cumprir o protocolo para a construção da creche em Aguiar.”
 
Ficamos a saber que só a CDU é que tem capacidade de fazer piscinas nas Alcáçovas e que o PS Viana não tem, e mais, o PS não respeita a legitimidade da população de Alcáçovas, pelo menos daqueles que se estão a borrifar para o Palácio. E por acaso este executivo respeita a legitimidade da população de Aguiar e de Viana do Alentejo. Bem sei que uma piscina compra muitos votos, mas isso já vai o povo sabendo também. E ficamos a saber também que a culpa é do PS local. Bolas, este PS local é mesmo mau.
Depois vem o ponto três, a verdadeira palavra do senhor, a desmistificação do mito.
“3º. Sublinha-se que a CDU, coligação eleitoral que reúne o Partido Comunista Português, o Partido Ecologista os Verdes e a Associação Intervenção Democrática, é comprovadamente um espaço de participação de milhares de cidadãos e cidadãs independentes. Sabem-no todos os homens e mulheres que, sem filiação partidária, encontram ano após ano na CDU, nas listas e no activismo politico da coligação, o lugar para uma enriquecedora intervenção cívica e politica . Ninguém se deixará iludir com falsos movimentos políticos, que mais não são que o PS e os seus quadros a fazer as suas listas de forma envergonhada.”
 
Isto é mais que um movimento de independentes, isto é um batido de partidos muito interessantes, temos o Partido Comunista Português, com um travo forte, confesso que custa a engolir, amaciado com o Partido Ecologista os Verdes, fresquinho, pequenino mesmo bom para fazer frente ao travo forte de um partido como o PCP e depois juntaram-lhe uma associação para ficar mais doce. Resta-me acrescentar dois ou três independentes e sai um autarca a fugir lá para os lados de Sines.
Isto é a CDU no seu melhor.
Ponto quatro.
“4º. A Comissão Concelhia de Viana do Alentejo decidiu marcar para o dia 14 de Março o jantar do 88º aniversário do PCP em Viana do Alentejo. E realizar no âmbito da campanha “ Sim É Possível Uma Vida Melhor” acções de informação e encontros com as populações do Concelho, durante o mês de Fevereiro.”
 
“Sim é possível” ler isto no Diário do Sul.

 

publicado por peixebanana às 01:21
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Sobre um dia perfeito para os peixes banana

 

Um dia perfeito para os peixes banana é um blog sem cor, mas com opinião acerca de algumas questões que são importantes para todos nós. Não pretende fazer oposição a nada nem a ninguém, pretende apenas despertar os sentidos de quem pode fazer mais e melhor. Tem acesso livre e publicação de comentários que embora moderados são normalmente publicados na integra (a moderação serve exclusivamente para que se proteja a integridade pessoal da nossa gente).
Se pretender contactar o blog via email pode fazê-lo para peixebanana@sapo.pt e colocar as suas opiniões, duvidas ou participar no blog. Um dia perfeito para os peixes banana reserva-se no direito de publicar apenas o que acha válido para uma opinião responsável e construtiva.
A causa publica é a principal bandeira e existe para que através de uma opinião (que não passa disso mesmo), se possa debater um tema e assim adquirir conhecimento.
Quem não gosta do formato não veja, quem gosta sinta-se em casa, mas ambos são bem recebidos.
 
Um dia perfeito para os peixes banana

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

 

Clarice Lispector

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favoritos

. QUARTOS-CHAMBRES-ROOMS

.links

.o tempo

eztools.com

.sobre o peixe banana

.posts recentes

. ...

. retratos

. Movimento Unidos pelo Con...

. twenty three:

. Curtas

. Moderação

. Um docinho...

. Unidos Venceremos

. Apresentação do candidato

. Modern Toss

. Era uma vez...

. more wordboner

. O curso

. Projectos do Sr. Eng. Soc...

. Sim é possivél, urinar em...

. PLANO PARA SALVAR PORTUGA...

. Word Boner

. tumblr

. Para quem ainda tinha duv...

. Viana tem mais encanto na...

Alucinações

 
Um polícia reformado imagina que uma criança inglesa morreu num trágico acidente e que o corpo foi congelado ou conservado no frio pelos pais e amigos.

Um político socialista imaginou que era possível combater a corrupção neste sítio cada vez mais mal frequentado, apresentou um pacote de medidas e ficou muito desiludido quando o seu partido o atirou para o lixo e aprovou um conjunto de diplomas que vai deixar tudo como antes, o quartel-general em Abrantes. O mesmo político imagina, agora, que a corrupção está mais elevada do que nunca e fica triste porque ninguém lhe liga nenhuma.

A líder do maior partido da Oposição imagina que é possível chegar ao poder sem andar por aí em festas folclóricas, em espectáculos medíocres e chega ao ponto de dizer que vai tentar falar verdade sobre os problemas do sítio e que não se pronuncia sobre assuntos que não conhece.

Um ministro deste Governo socialista imagina-se como director comercial de uma multinacional e salta de contente sempre que assina um contrato com uma empresa qualquer. O mesmo governante imagina um dia que a crise económica, financeira e social já passou e no outro imagina que o que aí vem vai ser bem pior.

Um primeiro-ministro que os indígenas elegeram em 2005 com maioria absoluta imagina que vive num sítio maravilhoso, com uma economia pujante, com um nível de vida extraordinário, com cidadãos altamente qualificados e até imagina que Angola tem um governo fabuloso, digno dos maiores elogios, que a Líbia é dirigida por um ser normal, democrático, que até escreveu em tempos um livro que só por acaso não ganhou o Nobel da Literatura e que a Venezuela tem um presidente civilizado, com os alqueires todos no sítio e que merece ser recebido várias vezes em poucos meses com gestos de grande carinho e amizade.

Um Presidente da República imagina que os seus silêncios são mais importantes do que as suas palavras e imagina que quando discursa alguém o ouve verdadeiramente com atenção. Imagina que quando fala na necessidade de se combater a corrupção ou atacar a sério os problemas da Justiça e da Educação alguém o leva verdadeiramente a sério e vai a correr preparar mais uns diplomas para indígena ver.

A alucinação, como se vê, veio para ficar. Está a tornar-se numa pandemia. Em vez de dinheiros da Europa, o sítio precisa urgentemente de uma enorme equipa de psiquiatras que o cure da doença enquanto há tempo e esperança de cura.

António Ribeiro Ferreira
[in Correio da Manhã, 28.07.2008]

.visitantes

Web Counters
Cheap Laptop

.subscrever feeds