Segunda-feira, 30 de Junho de 2008

A nossa creche!!

Caríssimos,

Ao ler o Diagnóstico Social do concelho de Viana do Alentejo há algumas passagens que gostava de partilhar convosco.

Na questão das Infra-estruturas e respostas sociais está apontada como Fraqueza "Inexistência da resposta Creche na freguesia de Aguiar".

Na conclusão do referido Diagnóstico Social do Concelho de Viana do Alentejo lê-se e passo a transcrever: "A proximidade com a capital distrital: Évora pode contribuir, simultaneamente para atrair população para o exterior do concelho mas também para fixar população no mesmo. O que tem acontecido, sobretudo na freguesia de Aguiar, é a chegada de casais
novos que procuram casa a preços competitivos, relativamente ao mercado de Évora.
Necessitamos, portanto de criar estruturas de suporte à residência da população que permitam contribuir para a fixação permanente da mesma, possibilitando que esta contribua para o desenvolvimento económico do concelho".

A minha pergunta é a seguinte: é verdade ou mentira que vai existir uma creche em Aguiar? No caso de vir a existir uma creche em Aguiar quando é que esta abrirá?

Se vai ser preciso mais um ou dois papéis não me parece grave, gritante é o facto disso estar parado à oito anos e não existir informações para os cidadãos residentes em Aguiar.

Já agora, acho que a fotografia que apareceu no Boletim Municipal com Provedor SCM Viana do Alentejo, Sr. Presidente da Junta de Freguesia e Sr. Director do CDSS de Évora poderá retira-lhes alguma credibilidade, oxalá esteja enganado neste capítulo.

Atenciosamente. (...)

 

 

(...)Podem consultar o documento no sítio da Segurança Social, no link das Redes Sociais.
Aqui é o link para Documento:


http://195.245.197.216/CLAS/Todos/DOCS_enviados/713/2.%20Diagn%F3stico%20Social/Diagn%F3stico%20Social.pdf


A maior parte dos concelhos está mais adiantado porque já concluiram os respectivos Planos de Desenvolvimento Social (P.D.S.) encontrando-se a executar esses P.D.S., em Viana do Alentejo desconheço a existência deste documento, se alguém me sabe dizer onde eu o posso encontrar agradecia... No fundo, é como um doente ir ao Médico, este último faz o Diagnóstico e pronto, fica por aí, sem medicação, nem terapia, ou seja, uma mão vazia e uma mão cheia de nada.
No meu entendimento o principal problema do nosso Alentejo é a sangria populacional. Em termos estatísticos perdemos população diáriamente. Se não criarmos condições para fixar e até mesmo atrair população estamos condenados a desaparecer do mapa. Neste contexto, os equipamentos e respostas são essenciais.
Com a questão da creche, creio ser um problema que a população aguiarense terá de discutir, tomar decisões e responsabilizar os eleitos. As pessoas e famílias não podem estar dependentes deste ou daquele papel. Este problema tem de ser resolvido pela Comunidade, este problema não é dos outros, nem são os outros que têm de o resolver, é nosso e por isso temos de ser parte da solução e não parte do problema, como por vezes, erradamente alguns querem fazer crer.

 

 

polvorosa

 

 

editado por peixe banana

publicado por peixebanana às 11:40
link do post | comentar | favorito
|
19 comentários:
De Anónimo a 30 de Junho de 2008 às 15:01
Asseguro-lhe mesmo, que quanto á Creche de Aguiar, e que será uma realidade, todos os entraves estão a ser feitos pelo actual governo PS. Prometeram e não cumpriram.
De Anónimo a 1 de Julho de 2008 às 14:22
foi o Sócrates que prometeu uma creche em Aguiar?
não foi a Santa Casa de Misericórdia de Viana do Alentejo que se candidatou ao programa PARES para a construção da mesma?
e quanto é que a Câmara se comprometeu a dar para este projecto? e já agora qual é o valor (com recurso a empréstimo bancário e ao endividamento da autarquia) que esta Câmara vai dar para a construção do Pavilhão de Aguiar? e para as piscinas municipais de Alcáçovas? e para a piscina coberta de Viana?
Jorge
De Anónimo a 1 de Julho de 2008 às 17:54
Quem manda na Segurança Social? Ok. Visitem:
www.seg-social.pt , Pares candidaturas, aprovadas
Grande barraca da Segurança Social deste País, com esta Seg Social nunca mais temos aqui a creche na nossa Freguesia.
De Anónimo a 1 de Julho de 2008 às 19:48
insisto:
foi ou não foi uma candidatura ao PARES que permitiu a assinatura do protocolo cuja cerimónia está registada em fotografia para a posterioridade?
Falta a resposta em relação ao empréstimo e esbanjamento em equipamentos desnecessários - piscinas e pavilhão?
Qual a sua opinião?
De Anónimo a 1 de Julho de 2008 às 23:54
Sabeis vós o que toda agente sabe nesta terrinha, claro que foi uma candidatura ao PARES e que permitiu a assinatura do protocolo. Mas sabeis vós, que, por acaso, o atraso nem tem nada a ver com o nosso amigo Estevão, nem com a Câmara ? Posso adiantar-vos que todo esse processo está emperrado pelo banana peixe da Segurança Social ? E......... mais ainda......... de fontes (não de freiras) mas talvez do convento, também vos adianto mais, e aguço a nossa conversa fraternal, isso que dizeis dos dinheiritos, só se aplicam quando o dito cujo, o tal projecto, estiver mesmo, mesmo, mesmo a andar com o aval da Segurança social, de que.... patrão é o nosso Ministro, enviado por nosso senhor Sócrates. Avé, Avé.
De Anónimo a 2 de Julho de 2008 às 00:13
Pois, quanto a esses esbanjamentos olha, fiz uma festita com os Anjinhos, gostei muito, a sério que gostei. Eh pa o resto a malta adivinha, ah.... e comprei um sofázito novo pró meu amor não se aleijar nos calos do dedo grande do pé. Prontos, foi assim. Beijinhos prós meninos e prá senhora.
De Anónimo a 2 de Julho de 2008 às 01:03
Agrada-me a forma como são tratados os temas no vosso blog, os meus parabéns. Queria desde j á felicitar a Junta de freguesia de Aguiar, pelo empenho e dedicação que tem mostrado ao longo dos tempos, e a sua colaboração com as Instituições, nomeadamente com a Misericórdia de Viana, que segundo aprofundei a minha pesquisa, estão neste momento a trabalhar em conjunto. Um bem haja a todos vós. Quanto ao vosso coment á rio de "fotografia para a posterioridade" est á bem dito, bem feito, e bem pensado. Afinal as fotografias são sempre um registo para mais tarde recordar, pelo menos pela boa vontade de alguém que sem ganhar um tostão se empenha por uma causa.
Bem hajam, pelo Blog, e por tudo o que têm feito pela Freguesia de Aguiar. Até porque, quem entra nessa terra pensa mesmo que est á a entrar na sede do Concelho, rotundas floridas, paredes caiadas, etc..etc..
E para quem ouviu, na festa, houve alguém que agradeceu á 'Câmara Municipal de Aguiar'. Acho que mereciam. E voçês merecem.
Um abraço dum gajo de Viana.
De Anónimo a 30 de Junho de 2008 às 15:31
A creche vai ser quando o Sócrates quiser, e segundo me parece os utentes do C de Dia tem que ser transportados para o Centro de Dia em Viana, porque as instalações se estavam a degradar, ora, como o prometido é devido, e fala Vª Exª muito bem, da assinatura do acordo entre as várias entidades, esperava-se que as obras se iniciássem em breve, mas..... Nosso Senhor Sócrates não entendeu bem as coisas...
De Anónimo a 30 de Junho de 2008 às 17:32
Desculpe, está parado há 4 anos não há 8.
Cumprimentos
De Anónimo a 30 de Junho de 2008 às 17:37
Eh compadre, porra que já viu o erro "Cresce" ah, já mudou... assim já nos entendemos.
De anonimo a 30 de Junho de 2008 às 19:04
O Sócrates não é desculpa para tudo...

E aqueles que dizem que estão com o povo e que trabalham para o povo ...

Onde andam ?

O que andam a fazer ?

Não se vê nada... E depois querem votos! hádem cheirá-los!
De Anónimo a 1 de Julho de 2008 às 15:44
Pois é mas se acontecer como está acontecer, por exemplo, estas bestas do governo PS baixaram o Iva para 20%, sim senhor é signiicativo, é bom dizem eles. Lembrem-se os meus amigos que quando o mesmo (des)Governo Sócrates levantou o mesmo imposto em mais de 2% disse que isso nem sequer se sentia na carteira dos portugueses, na dele se calhar não, e dos que lá estão a "bater" pipas de massa.
E cito: "E depois querem votos! hádem cheirá-los!"
De Anónimo a 2 de Julho de 2008 às 01:25
PS + PSD = CDU fora da barraca
Ajuntem-se moços
De anonimo a 30 de Junho de 2008 às 19:36
Olá peixe banana, só um alerta: a Carlota Fialho voltou...

Não estavas curioso ?

Vai ao Viana e Tal e verás por ti...

Tenta dar alguma vida ao teu blog, que está um pouco monótono, ok...

Cumprimentos

De Viana e Tal a 1 de Julho de 2008 às 07:35
Não nos parece que esteja assim tão pouco animado.
Até já tem contra-informação. Saudações virtuais.
De Anónimo a 2 de Julho de 2008 às 00:07
Boa malha, que não sabe é com quem não vê.
De anonimo a 1 de Julho de 2008 às 16:04
pra ti tb :)... muitas virtuais!
De polvorosa a 2 de Julho de 2008 às 12:35
A candidatura ao PARES para a construção da creche em Aguiar faz sentido e é uma necessidade sentida pelas famílias. Aguiar, entre 1991 e 2001 teve um ligeiro crescimento populacional. De acordo com os Censos 2001 efectuados pelo Instituto Nacional de Estatística (I.N.E.) estavam recenseadas 27 crianças entre os 0 e os 4 anos, precisamente 15 meninos e 12 meninas. Desde 2001 até hoje foram construídas muitas habitações e passaram a existir mais famílias, mais nascimentos e crianças. Face a esta nova realidade é necessário novas respostas de apoio à infância.

Um outro elemento importante com esta discussão, tem a ver com o tempo médio gasto na ida para o local de trabalho. Como sabemos, a maior parte das pessoas de Aguiar trabalham em outros locais, por isso têm de fazer deslocações diárias longas entre casa e o emprego, segundo as estatísticas do I.N.E. existem 147 pessoas que demoram entre 31 e 60 minutos na ida para o local de trabalho. A estas acrescem mais 124 pessoas que demoram entre 16 e 30 minutos. Num total de 699 pessoas estes indicadores são bastante significativos e não podemos ignorá-los, este é pois mais um elemento para a necessidade de existir uma resposta social de apoio à infância junto das famílias em Aguiar, inclusivamente para promoção da conciliação entre a vida familiar e profissional e para a igualdade de oportunidades entre homens e mulheres.

Na freguesia de Aguiar 178 pessoas (25% da população) são naturais de outro concelho onde reside actualmente, ou seja, um quarto da população de Aguiar não é natural do concelho de Viana do Alentejo. Este dado é significativo para esta discussão da questão da creche sobretudo porque muitas famílias não têm uma rede de solidariedade familiar que os possa apoiar enquanto aqueles vão estudar ou trabalhar.

Por acaso, alguém perguntou aos aguiarenses como é que estes querem desenvolver a freguesia de Aguiar? Que papel tiveram os cidadãos e os técnicos da freguesia de Aguiar na elaboração do Diagnóstico Social do concelho de Viana do Alentejo?
Em Aguiar, apesar do forte Movimento Associativo que existe, quais são as respostas sociais promovidas pela Câmara que existem para combater a exclusão social e promover a inclusão social nesta freguesia?
Não estará na altura de estar na Internet disponível um sítio com mais informação sobre a Acção Social promovida no concelho, ou será que não há mais Acção Social para além de um cartão de um Cartão Social do Reformado, Pensionista e Idoso e pouco mais? Sinceramente é muito pouco para as necessidades num concelho identificado no Estudo "Tipificação das Situações de Exclusão em Portugal Continental" como território envelhecido e desertificado no contexto nacional. Aqui pode consultar esse estudo: http://panda.igeo.pt/pancd/pdfs/Exclusao.pdf

No meu entendimento seria importante os eleitos locais e responsáveis terem uma palavra de informação ou de esclarecimento sobre o processo da construção da creche em Aguiar. “Ai de mim se não for eu”, infelizmente este um lema cada vez mais presente na actualidade, marca inequívoca de um individualismo latente na sociedade contemporânea, ainda vamos a tempo de construir uma Comunidade com qualidade de vida para todos os seus membros e não só para as elites.

São estes e outros números que temos de divulgar e discutir entre todos nós, sublinho isto, não devemos permanentemente sacudir a água do capote ao dizer "os outros, ou o Sócrates, ou este, ou aquele", não, vamos parar com esses devaneios e assumir uma postura crítica mas construtiva, de diálogo mas sobretudo de acção. Assim ainda será possível deixar a tendência de envelhecimento e desertificação do concelho e Aguiar ter uma Nova Oportunidade de Desenvolvimento.

http://www.polvorosa.blogs.sapo.pt
De Anónimo a 11 de Julho de 2008 às 16:28
Calem-se porra, só mandam é bocas sem saber nada.

Comentar post

.Sobre um dia perfeito para os peixes banana

 

Um dia perfeito para os peixes banana é um blog sem cor, mas com opinião acerca de algumas questões que são importantes para todos nós. Não pretende fazer oposição a nada nem a ninguém, pretende apenas despertar os sentidos de quem pode fazer mais e melhor. Tem acesso livre e publicação de comentários que embora moderados são normalmente publicados na integra (a moderação serve exclusivamente para que se proteja a integridade pessoal da nossa gente).
Se pretender contactar o blog via email pode fazê-lo para peixebanana@sapo.pt e colocar as suas opiniões, duvidas ou participar no blog. Um dia perfeito para os peixes banana reserva-se no direito de publicar apenas o que acha válido para uma opinião responsável e construtiva.
A causa publica é a principal bandeira e existe para que através de uma opinião (que não passa disso mesmo), se possa debater um tema e assim adquirir conhecimento.
Quem não gosta do formato não veja, quem gosta sinta-se em casa, mas ambos são bem recebidos.
 
Um dia perfeito para os peixes banana

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

 

Clarice Lispector

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favoritos

. QUARTOS-CHAMBRES-ROOMS

.links

.o tempo

eztools.com

.sobre o peixe banana

.posts recentes

. ...

. retratos

. Movimento Unidos pelo Con...

. twenty three:

. Curtas

. Moderação

. Um docinho...

. Unidos Venceremos

. Apresentação do candidato

. Modern Toss

. Era uma vez...

. more wordboner

. O curso

. Projectos do Sr. Eng. Soc...

. Sim é possivél, urinar em...

. PLANO PARA SALVAR PORTUGA...

. Word Boner

. tumblr

. Para quem ainda tinha duv...

. Viana tem mais encanto na...

Alucinações

 
Um polícia reformado imagina que uma criança inglesa morreu num trágico acidente e que o corpo foi congelado ou conservado no frio pelos pais e amigos.

Um político socialista imaginou que era possível combater a corrupção neste sítio cada vez mais mal frequentado, apresentou um pacote de medidas e ficou muito desiludido quando o seu partido o atirou para o lixo e aprovou um conjunto de diplomas que vai deixar tudo como antes, o quartel-general em Abrantes. O mesmo político imagina, agora, que a corrupção está mais elevada do que nunca e fica triste porque ninguém lhe liga nenhuma.

A líder do maior partido da Oposição imagina que é possível chegar ao poder sem andar por aí em festas folclóricas, em espectáculos medíocres e chega ao ponto de dizer que vai tentar falar verdade sobre os problemas do sítio e que não se pronuncia sobre assuntos que não conhece.

Um ministro deste Governo socialista imagina-se como director comercial de uma multinacional e salta de contente sempre que assina um contrato com uma empresa qualquer. O mesmo governante imagina um dia que a crise económica, financeira e social já passou e no outro imagina que o que aí vem vai ser bem pior.

Um primeiro-ministro que os indígenas elegeram em 2005 com maioria absoluta imagina que vive num sítio maravilhoso, com uma economia pujante, com um nível de vida extraordinário, com cidadãos altamente qualificados e até imagina que Angola tem um governo fabuloso, digno dos maiores elogios, que a Líbia é dirigida por um ser normal, democrático, que até escreveu em tempos um livro que só por acaso não ganhou o Nobel da Literatura e que a Venezuela tem um presidente civilizado, com os alqueires todos no sítio e que merece ser recebido várias vezes em poucos meses com gestos de grande carinho e amizade.

Um Presidente da República imagina que os seus silêncios são mais importantes do que as suas palavras e imagina que quando discursa alguém o ouve verdadeiramente com atenção. Imagina que quando fala na necessidade de se combater a corrupção ou atacar a sério os problemas da Justiça e da Educação alguém o leva verdadeiramente a sério e vai a correr preparar mais uns diplomas para indígena ver.

A alucinação, como se vê, veio para ficar. Está a tornar-se numa pandemia. Em vez de dinheiros da Europa, o sítio precisa urgentemente de uma enorme equipa de psiquiatras que o cure da doença enquanto há tempo e esperança de cura.

António Ribeiro Ferreira
[in Correio da Manhã, 28.07.2008]

.visitantes

Web Counters
Cheap Laptop

.subscrever feeds