Sábado, 31 de Maio de 2008

Como qualifica o trabalho dos nossos autarcas? (Fim da Votação)

Resultados

 

Estadísticas Estadísticas
Número de votos recebidos:  50
 
Tempo de vida:  7 días 22 horas 44 minutos 47 segundos
 
Votos X Hora:  0,262
 
Votos en la última hora:  ---
    
Resultados RESULTADOS
Como qualifica o trabalho dos nossos autarcas?
Muito Bom
   
14.00% 7 Votos  
Bom
   
4.00% 2 Votos  
Médio
 
 0.00% 0 Votos  
Fraco
   
12.00% 6 Votos  
Muito mau
   
70.00% 35 Votos  

 

 

A nossa primeira sondagem chegou ao fim, e mesmo em pouco numero devido ao tipo de votação que não permite votações continuas teve resultados. Vamos lá analizar esta coisa.

 

Mesmo não sendo um grande e experiente analista de sondagens dá para ver que quem acede ao blog votou na sua grande maioria no muito mau, o que quer dizer que há algumas pessoas descontentes com o trabalho dos nossos autarcas, mas também não se pode agradar a todos.

 

Penso no entanto que quem visita o blog na sua maioria não se revê no tipo de politica que rege o concelho, era assim de esperar que o resultado não fosse outro.

 

Fiquei bastante satisfeito com os votos que o muito bom teve não pelo reduzido numero mas sim pelo significado do voto, é bom saber que possivelmente os nossos politicos, familiares ou amigos tiveram contacto com o blog e o seu conteudo, se serviu para alguma coisa, vamos ver no futuro. Mas mesmo assim intriga-me o seguinte, se isto é muito bom como será o mau ou o médio ou o assim assim...

Ó pessoal, levantar da cama e ir para o trabalho fazemos todos, trabalhar fazem alguns, mas mostrar trabalho que é disso que se trata é mais complicado. Sinceramente acredito que os nossos politicos são esforçados, mas são só esforçados, será dificil pensar ou idealizar soluções para os parcos problemas de Aguiar.

 

Os dois votos no bom intrigam-me, será que alguém votou neste executivo e agora por vergonha própria e por não se rever no seu voto não consegue votar no muito bom, ou alguém que simplesmente e honestamente acha isto bom... há quantos anos esta camara opta por esquecer aguiar??

 

O fraco praticamente igualou o muito bom, é um voto honesto sem querer causar muita polémica, é moderado, é o chamado voto amigo. Muito mau é demais, isso era se Aguiar não tivesse tido mesmo nenhuma melhoria, mas teve, só que ninguém viu, só estes senhores(as) é que viram, mas não contaram a ninguém.

 

Como o voto é secreto não devia dizer que votei no muito mau, mas pronto, já disse. O muito mau ganhou, no entanto não ganhei nada com isso, por isso não vai haver festa. No acto do voto não o fiz com maldade ou outro tipo de intuito e votei no muito mau com tristeza, por saber que este voto não vai provavelmente alterar o rumo dos acontecimentos, mas fica a intenção. O universo blogista do concelho, não se conta como o unico meio de opinar acerca da causa publica, é no entanto o unico que diariamente discute e grava palavras que poderão ser lidas mais tarde. Esperemos que estes tristes 70% possam voltar a ter razões para acreditar no actual executivo.

 

 

 

 

publicado por peixebanana às 00:17
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De manel a 31 de Maio de 2008 às 12:09
podes crer que na ganhas mesmo nada com isso, porque o teu PSD ca nesta terra nunca ganha.
De ELEITORA PARA BREVE a 31 de Maio de 2008 às 14:37
è a primira vez que comento no seu blog mas vou lendo o que escreve. Quando se diz que não se fez nada o sr pode perder um pouco a credibilidade porque se faz sempre alguma coisa mesmo que todos possanos querer que fosse mais. Parece que os srs da camara são os culpados de tudo então e nós o que fazemos? Agora o grupo de jovens podem ser uma esperança para tentar fazer e estão a ser ajudados por quem pode. Se calhar pasamos tempo de mais a dizer mal dos outros e a fazer pouco por n´
os mesmos.
De peixebanana a 31 de Maio de 2008 às 22:31
cara eleitora para breve:

Concordo plenamente com o que diz, acho que o executivo da cmva tem feito algumas coisitas, mas quando comparamos as freguesias do concelho, aguiar é o parente pobre. Posso até compreender que somos menos em numero e por esse motivo não se faça tanto aqui em aguiar como nas outras freguesias do concelho, no entanto como é sabido, o concelho de viana do alentejo foi um dos concelhos do distrito e se calhar até do alentejo que mais cresceu demograficamente em percentagem nos ultimos anos, e que isso se deveu principalmente a aguiar. Por esse motivo acho que o executivo da cmva podia e devia ter feito um pouco mais por aguiar, as ruas estão uma miséria, há falta de iluminação e protecção na via principal, o rossio não é nada, e outros problemas que temos vindo a discutir. Acima de tudo não há nada de novo e o que existia está mais degradado.

Obrigado por ter comentado, vá comentando porque faz falta gente que comente realmente.
De Anónimo a 31 de Maio de 2008 às 22:05
SERÁ QUE JA NEM A FAMILIA DOS NOSSOS AUTARCAS VOTA NELES???? MUITO BOA SONDAGEM PEIXE BANANA!!! CONTINUA AGUIAR AGRADECE!!!
De carlota fialho a 1 de Junho de 2008 às 02:32
Não querendo avaliar o que a Câmara de Viana fez ou deixou por fazer em Aguiar, a “Eleitora para Breve”, refere que a Autarquia sempre acaba por ter feito alguma coisa. Eu acrescentaria que é preciso fazer mais mas, apesar de tudo, Aguiar é ainda o que de melhor temos no nosso concelho em termos urbanísticos. Quem ali passa há muitos anos, ainda consegue reconhecer aquela terra. Não sendo perita nestas matérias, parece-me que as novas construções não descaracterizaram significativamente a sua identidade, pois o facto da expansão urbana ficar visualmente, em grande parte, destacada da “acrópole” e por isso não assumir posição de relevo, tal como acontece em Viana, não abafa a antiga Aguiar. Sabemos também que o crescimento urbano de Aguiar se deve em grande medida à iniciativa dos privados, há que reconhecê-lo.
A Câmara fazendo muito ou pouco nas outras freguesias, quando põe as mãos à obra, ou não intervêm nos locais mais degradados ou executa muito mal o que acaba. Cito apenas o exemplo das pavimentações. Quanto ao resto, que já é tarde, vou ainda referir-me ao que é visionado quando se entra na sede do concelho:

• Quem chega, vindo pela Aguiar é um consolo ser recebido por aquele atractivo muro cheio de informação relevante;
• Quem chega, pelo lado de Portel.., deixo essa entrada da Vila para quem quiser comentar;
• Quem vem por Alcáçovas é premiado, antes de entrar em Viana, por uma paisagem bucólica de postal ilustrado. Entretanto, para obviar a esse contratempo exógeno, a Câmara compensa os visitantes com um belíssimo estaleiro que ombreia como os melhores parques de sucata existentes por essa Europa fora. Essa bela infra-estrutura serve como compensação aos turistas, já aborrecidos por não terem fechado as janelas e cortinas da camioneta, ouvindo-se frequentemente, estás perdoada “Todo o Sol do Alentejo”;
• Vindo pelo lado de Vila Nova somos presenteados pela lixeira/entulheira municipal, já em colapso, obra do terceiro mandato, efectuada após o enceramento da lixeira que possuíamos entre a estação e a ribeira. Com esta obra constata-se, mais uma vez que a força da engenharia consegue modelar a paisagem, isto porque não é só junto à costa que se faz obra que se veja.

Convêm realçar que nem tudo é assim tão mau, pois vamos ter umas piscinas novas em Alcáçovas, umas piscinas cobertas em Viana e finalmente um pavilhão gimnodesportivo em Aguiar. Para que essas obras possam estar concluídas e inauguradas antes das próximas eleições, está empenhado e em pleno funcionamento todo o executivo camarário.
Perante esta realidade temos que dar mérito às pessoas que lá estão, pois para que estas obras possam ser concretizadas, andou-se a poupar durante estes três últimos anos naquilo que não era essencial, amealhou-se uns dinheiritos e, com mais uns milhões de Euros pedidos à Caixa, para começar a pagar só no próximo mandato, consegue-se resolver de uma assentada os problemas dos munícipes. Não é só no crédito automóvel que a gente leva o carro em Janeiro e começa só a pagar em Junho.
É por estas e por outras que assenta muito bem nestes autarcas a frase, trabalho, honestidade e competência. Será?
Para que não seja mal interpretada, quanto à honestidade em sentido estrito, acredito sinceramente, que os nossos autarcas sejam pessoas honestas.

Carlota Fialho

Comentar post

.Sobre um dia perfeito para os peixes banana

 

Um dia perfeito para os peixes banana é um blog sem cor, mas com opinião acerca de algumas questões que são importantes para todos nós. Não pretende fazer oposição a nada nem a ninguém, pretende apenas despertar os sentidos de quem pode fazer mais e melhor. Tem acesso livre e publicação de comentários que embora moderados são normalmente publicados na integra (a moderação serve exclusivamente para que se proteja a integridade pessoal da nossa gente).
Se pretender contactar o blog via email pode fazê-lo para peixebanana@sapo.pt e colocar as suas opiniões, duvidas ou participar no blog. Um dia perfeito para os peixes banana reserva-se no direito de publicar apenas o que acha válido para uma opinião responsável e construtiva.
A causa publica é a principal bandeira e existe para que através de uma opinião (que não passa disso mesmo), se possa debater um tema e assim adquirir conhecimento.
Quem não gosta do formato não veja, quem gosta sinta-se em casa, mas ambos são bem recebidos.
 
Um dia perfeito para os peixes banana

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

 

Clarice Lispector

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favoritos

. QUARTOS-CHAMBRES-ROOMS

.links

.o tempo

eztools.com

.sobre o peixe banana

.posts recentes

. ...

. retratos

. Movimento Unidos pelo Con...

. twenty three:

. Curtas

. Moderação

. Um docinho...

. Unidos Venceremos

. Apresentação do candidato

. Modern Toss

. Era uma vez...

. more wordboner

. O curso

. Projectos do Sr. Eng. Soc...

. Sim é possivél, urinar em...

. PLANO PARA SALVAR PORTUGA...

. Word Boner

. tumblr

. Para quem ainda tinha duv...

. Viana tem mais encanto na...

Alucinações

 
Um polícia reformado imagina que uma criança inglesa morreu num trágico acidente e que o corpo foi congelado ou conservado no frio pelos pais e amigos.

Um político socialista imaginou que era possível combater a corrupção neste sítio cada vez mais mal frequentado, apresentou um pacote de medidas e ficou muito desiludido quando o seu partido o atirou para o lixo e aprovou um conjunto de diplomas que vai deixar tudo como antes, o quartel-general em Abrantes. O mesmo político imagina, agora, que a corrupção está mais elevada do que nunca e fica triste porque ninguém lhe liga nenhuma.

A líder do maior partido da Oposição imagina que é possível chegar ao poder sem andar por aí em festas folclóricas, em espectáculos medíocres e chega ao ponto de dizer que vai tentar falar verdade sobre os problemas do sítio e que não se pronuncia sobre assuntos que não conhece.

Um ministro deste Governo socialista imagina-se como director comercial de uma multinacional e salta de contente sempre que assina um contrato com uma empresa qualquer. O mesmo governante imagina um dia que a crise económica, financeira e social já passou e no outro imagina que o que aí vem vai ser bem pior.

Um primeiro-ministro que os indígenas elegeram em 2005 com maioria absoluta imagina que vive num sítio maravilhoso, com uma economia pujante, com um nível de vida extraordinário, com cidadãos altamente qualificados e até imagina que Angola tem um governo fabuloso, digno dos maiores elogios, que a Líbia é dirigida por um ser normal, democrático, que até escreveu em tempos um livro que só por acaso não ganhou o Nobel da Literatura e que a Venezuela tem um presidente civilizado, com os alqueires todos no sítio e que merece ser recebido várias vezes em poucos meses com gestos de grande carinho e amizade.

Um Presidente da República imagina que os seus silêncios são mais importantes do que as suas palavras e imagina que quando discursa alguém o ouve verdadeiramente com atenção. Imagina que quando fala na necessidade de se combater a corrupção ou atacar a sério os problemas da Justiça e da Educação alguém o leva verdadeiramente a sério e vai a correr preparar mais uns diplomas para indígena ver.

A alucinação, como se vê, veio para ficar. Está a tornar-se numa pandemia. Em vez de dinheiros da Europa, o sítio precisa urgentemente de uma enorme equipa de psiquiatras que o cure da doença enquanto há tempo e esperança de cura.

António Ribeiro Ferreira
[in Correio da Manhã, 28.07.2008]

.visitantes

Web Counters
Cheap Laptop

.subscrever feeds