Quinta-feira, 29 de Maio de 2008

Iniciação ao saber

Caros Bloguistas, faço parte da maioria das cidadãs(aos) que praticamente se limitam a exercer o seu direito de voto de 4 em 4 anos.
Pelo menos, quando há eleições, vou lá colocar o meu boletim de voto, pois a abstenção sendo um direito que assiste a todos os eleitores e tendo “os significados” que sabemos, ao atingir valores muito elevados, pode pôr em causa a legitimação do próprio sistema democrático.
Muitas pessoas expressam o seu voto pela negativa, não o fazem a favor do partido ou coligação que assinalam no boletim de voto. Nesses casos esse comportamento traduz o sentimento de protesto, de utilidade ou de oposição ao partido A ou B.
Sabemos que cada vez é mais difícil a PARTICIPAÇÃO DOS CIDADÃOS na reflexão sobre a gestão da coisa pública fora dos partidos - a desilusão das pessoas é a regra.
“Temos assim, e de facto, não uma sociedade de cidadãos, na sua totalidade, mas uma sociedade de muitos desinteressados pelo poder ou súbditos.
E a democracia sem cidadãos não existe como tal e plenamente em toda a sua horizontalidade mas apenas em certos sectores verticais porque havendo cidadãos desinteressados ou que se dobram e prestam homenagem a outros, não são cidadãos mas súbditos.
É evidente que há muitos outros cidadãos, que mesmo sem alcançar posições de poder político, lutam pela sua cidadania, pela verdadeira iniciação ao SABER e não ao Poder.” *
É por isso que a maioria de nós aqui está neste pequeno espaço de participação cívica, mas acredito que não é legítimo estarmos sempre a falar na oposição com palavras como: eles não dizem, eles não fazem, onde é que eles estão etc. etc. Talvez seja mais justo empregar-mos os verbos na primeira pessoa do plural: NÓS não dizemos, NÓS não fazemos, onde é que NÒS estamos.
Não é preciso estar muito atento para saber que este poder autárquico, emanado duma amálgama de interesses que no nosso concelho se designa por CDU, sem ideologia e sem rumo, desvirtuando o sentido da palavra AUTOCRÍTICA, como sendo “o processo de análise crítica de um indivíduo (ou, colectivamente, de uma sociedade ou instituição) sobre os seus próprios actos, considerando principalmente os erros que eventualmente tenha cometido e suas perspectivas de correcção e aprimoramento” ** , convive muito mal com a crítica dos Vianenses, mesmo quando ela pretende ser construtiva.
Para além de outras tácticas, num lógica totalitária, estrangula quanto pode a oposição política, relega também para segundo plano a PARTICIPAÇÃO DOS CIDADÃOS NO GOVERNO DA AUTARQUIA, omite descaradamente o trabalho emanado pelos órgãos democraticamente eleitos.
A quase ausência de informação disponível no site da Câmara com o atraso na publicação das respectivas actas, bem como a total omissão do trabalho realizado pela Assembleia Municipal são disso exemplo. O boletim municipal de papel caro, completamente esvaziado de substância, cujo conteúdo passa pela descrição de algumas festarolas e pouco mais, vai também desempenhando esse macabro papel.
Assim, quando alguns cidadãos retiram algumas horas ao seu descanso, com a intenção de levar à discussão pública temas do nosso quotidiano, o poder instituído e seus correligionários, fieis ao paradigma do enterrado “centralismo democrático”, ignorantes da dimensão do descontentamento que grassa no nosso concelho, COMEÇAM FINALMENTE A FICAR AGITADOS.

Carlota Fialho

*http://sol.sapo.pt/blogs/vickbest/archive/2007/02/28/A-Cidadania-e-a-Ideologia-de-_2200_Inicia_E700E300_o_2200_-ao-Poder.aspx
** http://pt.wikipedia.org/wiki/Autocr%C3%ADtica

 

 

Comentário ao Senhor que se segue 28 de maio 2008

 

editado por peixe banana

publicado por peixebanana às 01:42
link do post | comentar | favorito
|
26 comentários:
De manela a 29 de Maio de 2008 às 21:31
não,não tu não te limitas simplesmente a por la o votito.fazes bem mais que isso.tal como ja foi mencionado neste blog a mentira tem perna curta, e para o teu lado já kuase na tem perna.lolada

PS:já agora muda de nome porque a carlota fialho já morreu e é feio utilizares nomes de pessoas falecidas
De peixebanana a 30 de Maio de 2008 às 01:06
já agora, alguém me diz quem é a carlota??
De anonimo a 30 de Maio de 2008 às 17:19
tao mas exa na e de viana?a mim parece-me bem que sim.lolada
De José Rocha a 29 de Maio de 2008 às 22:07
Meu caro
Hoje descobri outro peixe banana.
http://peixesbanana.blogspot.com/
vamos lá ser originais
http://peixesbanana.blogspot.com/
Abraço
De peixebanana a 30 de Maio de 2008 às 00:55
Se calhar lemos os dois o mesmo livro (um dia perfeito para os peixes banana), eu gostei do nome e talvez por me ter ficado na memória, tenha dado o seu nome a este blog. No entanto já me tinham alertado para o facto. Agora não me apetece mudar de nome, afinal o que conta é o conteudo.
De Anónimo a 30 de Maio de 2008 às 04:12
Em relação aos conteúdos, era bem começar a pôr a cabecinha a trabalhar e produzi-los, em vez de os surripiar. Senão andamos aqui todos a dizer mais do mesmo. Cumprimentos,
De peixebanana a 30 de Maio de 2008 às 10:34
Aqui não se "surripia" nada, e se há matéria para opinar, porque não fazê-lo. Sr. anónimo, porque não intervem também, existe um endereço de email, gostava de contar com a sua opinião. Os conteudos de um dia perfeito para os peixes banana embora moderados e por serem lidos por algumas pessoas são também de quem os lê.
Por outro lado e porque vivemos num concelho pequeno ás vezes não é fácil produzir conteudos generalistas sobre o mesmo com algum interesse concreto. Se somos muitos, então as opiniões são muitas, este blog tem todo o prazer em colocá-las em debate, sejam elas quais forem desde que não saiam do contexto do blog.
De luís Mguel a 30 de Maio de 2008 às 01:24
Também estou curioso como o peixebanana! Quem será essa Carlota? Tão informada que parece estar sobre os assuntos da Câmara. Será alguém que está descontente com o patrão e agora vem dando umas bokas cá para fora?
De Psycho_Mind a 30 de Maio de 2008 às 15:37
Como sempre ouvi, quem desdenha quer comprar! Só espero é que das pessoas venha o assumir das coisas, assim como toda a população 'muda' que não o faz, talvez fizesse parte dos que gostam de dar voz ao que pensam, de assumirem as verdadeiras acções por detrás dos bitaites que atiram meu caro.
De Psycho_Mind a 30 de Maio de 2008 às 15:39
Como sempre ouvi, quem desdenha quer comprar! Gosto de pensar que as pessoas se assumem perante o que dizem e como o povo 'mudo' não o faz, talvez o deva fazer quem dá voz ao que pensa ou quer fazer os outros acreditarem e por isso assuma o que realmente pretende ao mandar certos bitaites para o ar meu caro.
De peixebanana a 30 de Maio de 2008 às 17:18
Assumo o que digo e o que escrevo, sem quaisquer apegos a partidos politicos ou pessoas. O que seria de esperar está visto, afinal já se começa a falar de algumas coisas que só se sussurravam. É exatamente isso que eu pretendo, que se discuta e se forme uma vontade de fazer alguma coisa pela nossa terra. Os problemas que se têm falado existem e de alguma forma todos nós os que participamos nos blogs, estamos a discuti-los. Aposto que os nossos governantes não querem ficar alheios ao que se passa.

Outra coisa, não pretendo de forma alguma levar alguém a acreditar no que escrevo, pretendo sim partilhar uma opinião. E tenho aprendido muito com os comentários.
De Afonte a 30 de Maio de 2008 às 16:41
Não vos entendo afinal é assim tão importante saber quem é a carlota ... Porquê ?
Não sei se morreu ou se está viva... Cá para mim a autora está bem viva ao que parece e o nome deve ser fictício ... Mas isso não me incomoda minimamente ! O que importa é que levanta questões muito pertinentes e revela conhecimento e conteúdo naquilo que escreve ! Como a mim só me interessa o discussão saudável e salutar de assuntos que dizem respeito à freguesia de Aguiar e ao nosso Concelho, não me interessa que a Carlota, mande uma fotografia dela para que passe a conhece-la...
É apenas a minha opinião, cada um tem a sua...
Obrigado
De anonimo a 30 de Maio de 2008 às 17:31
e eu tava pa ki a pensar que talvez possas ser tu(AFONTE), pois tu tens mais nomes que o almece, porque não mais um?
De Afonte a 30 de Maio de 2008 às 18:17
Cada um escreve e pensa o que quer... Mas acho que este espaço foi criado com uma finalidade muito mais interessante e útil para todos !
A nossa cabeça e o nosso precioso tempo, deve ser utilizado da melhor forma possível e para fins evolutivos e progressistas...

Obrigado
De Anonimo a 30 de Maio de 2008 às 16:53
Oh, Luís Miguel... e então ! porque te interessa saber se a Carlota está ou não descontente com o patrão ? se o tiver é claro ? Porque ainda há quem não tem patrão, nem queira ter... Eu acho que esta matéria não tem grande interesse... mas já agora, até pode ser o teu patrão, que não está contente com todas as carlotas " que vão aparecendo pelo concelho ! E quanto às mentiras que alguém refere... eu não dei por nenhuma, daquilo que conheço, acho que tem alguma razão em dizer o que diz. Talvez as mentiras de outros é que fiquem a nú ou curtas, com o que a Carlota nos tem dito a todos!!!
De Anónimo a 30 de Maio de 2008 às 16:56
Você faz copy/paste dos posts do Viana e Tal... copy/paste dos comentários do mesmo... Se quiser, eu tento meter-lhe uma cunha e talvez lhe consiga arranjar o título do blog. O seu passa a chamar-se "Aguiar o Tal" e o outro "Cação com Banana". Cumprimentos,
De peixebanana a 30 de Maio de 2008 às 18:02
Eu sei que faço copy/paste, é a forma mais rápida de transcrever um texto em ambiente windows, não me diga que você copia letra por letra.

Obrigado pela sugestão dos nomes.

um abraço.
De anonimo a 30 de Maio de 2008 às 18:08
entao o amigo falava ai num comentario que lhe tinham chamado idiota e tinham falta de imaginação. eu pergunto... onde está a sua imaginação?nem o nome para o blog foi original, poi ja existe outro blog com o mesmo nome. sera que só conta com s sua esperteza?
De peixebanana a 30 de Maio de 2008 às 18:24
carissimo anónimo, partindo do pressuposto que eu até nem tenho imaginação nenhuma e que propositadamente copiei o nome de outro blog, isso é um problema meu, não trás danos a ninguém nem o compromete a si. Mas como já o expliquei não aconteceu assim.
Estimo por ver que o artigo lhe assentou que nem uma luva e continua com a imaginação ao rubro, pena que tenha comentado sobre o assunto do idiota no post errado e isso não é só falta de imaginação.
De Afonte a 30 de Maio de 2008 às 18:23
Olha, JP não ligues ao comentário do anónimo...
Aquilo é dores e incomodo ! Andas a mexer em assuntos proibidos!
Depois tentam chatear-te para ver se desistes-te... Não é ?
Bom, mas sabes que te digo: dos fracos não reza a história!

Continua....
De Anónimo a 30 de Maio de 2008 às 18:26
Pessoal de Aguiar vamos deixar-nos de picardias sobre os comentários e vamos falara dos problemas da nossa terra (minha não porque só vivo cá desde 2003) mas sinto como minha.
Então as nossas ruas não estão a precisar de ser arranjadas? então as nossas igrejas não mereciam uma pintura? então o lixo que se amontoa junto ao campo de futebola não merecia uma intervenção?
Já agora na camara existe algum vereador de Aguiar? Se existe porque não resolve estas coisas? Eu dei a minha contribuição.....



De peixebanana a 30 de Maio de 2008 às 18:35
Graças a deus. Acho que qualquer dia andamos a comentar o template do blog!!!!
De Matraquilho a 1 de Junho de 2008 às 05:59
Manobras de diversão perpetradas por facções ligadas à câmara. Metem cá espiões para destabilizarem a real função deste blog: Debater o actual (péssimo) estado do nosso concelho.

No entanto acho que um blog com umas cores vermelhas estaria mais coerente com o comunismo existente nas pessoas da vila.

Bem, pensando melhor acho que a quantidade de vermelho existente no blog descreve bem o comunismo que aqui existe.
De peixebanana a 1 de Junho de 2008 às 13:11
Matraquilho.

Sempre votei com a consciência livre de preconceitos partidários e sempre expressei a minha opinião no mesmo contexto, este blog não existe para agradar a alguma facção politica ou outra qualquer e por isso mesmo sem côr.

Se o matraquilho se revê no vermelho, expresse a suas opiniões livremente aqui no blog, se as mesmas têm a côr vermelha esse vermelho fica aqui gravado e o blog passa a ter a sua côr também.

Uma pergunta, se as eleições fossem amanhã, e a equipa da cmva fosse a mesma no mesmo partido e ouvesse alternativa, votava no vermelho??
De Matraquilho a 1 de Junho de 2008 às 14:38
O que pretendia dizer é que a maioria da população e a câmara diz-se comunista, mas de comunistas não têm nada. Eu não me alio a nenhum tipo de partidos, tenho os meus ideais pelos quais me rejo, na sua maioria ideais de esquerda, mas não me considero comunista.
Tenho a utopia que um dia destes consigamos viver em anarquia, mas sei que isso é impossível pois as nossas mentalidades não nos permitem.

Se fossem hoje as eleições, votaria em consciência no Branco. Pois não sei quem são os candidatos nem quais os programas eleitorais.
De peixebanana a 1 de Junho de 2008 às 21:57
Matraquilho "Bakunin"! (lol)

A anarquia baseia-se na liberdade total e na ausencia de leis impostas, mas responsabiliza os cidadãos perante essa mesma liberdade. Acho muito interessante, no entanto não acredito nos homens o suficiente para viver numa anarquia.

Acho que o problema aqui é a falta de opções, apesar de achar que temos um presidente de camara que se estivesse melhor acessorado teria melhores resultados.

Comentar post

.Sobre um dia perfeito para os peixes banana

 

Um dia perfeito para os peixes banana é um blog sem cor, mas com opinião acerca de algumas questões que são importantes para todos nós. Não pretende fazer oposição a nada nem a ninguém, pretende apenas despertar os sentidos de quem pode fazer mais e melhor. Tem acesso livre e publicação de comentários que embora moderados são normalmente publicados na integra (a moderação serve exclusivamente para que se proteja a integridade pessoal da nossa gente).
Se pretender contactar o blog via email pode fazê-lo para peixebanana@sapo.pt e colocar as suas opiniões, duvidas ou participar no blog. Um dia perfeito para os peixes banana reserva-se no direito de publicar apenas o que acha válido para uma opinião responsável e construtiva.
A causa publica é a principal bandeira e existe para que através de uma opinião (que não passa disso mesmo), se possa debater um tema e assim adquirir conhecimento.
Quem não gosta do formato não veja, quem gosta sinta-se em casa, mas ambos são bem recebidos.
 
Um dia perfeito para os peixes banana

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

 

Clarice Lispector

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favoritos

. QUARTOS-CHAMBRES-ROOMS

.links

.o tempo

eztools.com

.sobre o peixe banana

.posts recentes

. ...

. retratos

. Movimento Unidos pelo Con...

. twenty three:

. Curtas

. Moderação

. Um docinho...

. Unidos Venceremos

. Apresentação do candidato

. Modern Toss

. Era uma vez...

. more wordboner

. O curso

. Projectos do Sr. Eng. Soc...

. Sim é possivél, urinar em...

. PLANO PARA SALVAR PORTUGA...

. Word Boner

. tumblr

. Para quem ainda tinha duv...

. Viana tem mais encanto na...

Alucinações

 
Um polícia reformado imagina que uma criança inglesa morreu num trágico acidente e que o corpo foi congelado ou conservado no frio pelos pais e amigos.

Um político socialista imaginou que era possível combater a corrupção neste sítio cada vez mais mal frequentado, apresentou um pacote de medidas e ficou muito desiludido quando o seu partido o atirou para o lixo e aprovou um conjunto de diplomas que vai deixar tudo como antes, o quartel-general em Abrantes. O mesmo político imagina, agora, que a corrupção está mais elevada do que nunca e fica triste porque ninguém lhe liga nenhuma.

A líder do maior partido da Oposição imagina que é possível chegar ao poder sem andar por aí em festas folclóricas, em espectáculos medíocres e chega ao ponto de dizer que vai tentar falar verdade sobre os problemas do sítio e que não se pronuncia sobre assuntos que não conhece.

Um ministro deste Governo socialista imagina-se como director comercial de uma multinacional e salta de contente sempre que assina um contrato com uma empresa qualquer. O mesmo governante imagina um dia que a crise económica, financeira e social já passou e no outro imagina que o que aí vem vai ser bem pior.

Um primeiro-ministro que os indígenas elegeram em 2005 com maioria absoluta imagina que vive num sítio maravilhoso, com uma economia pujante, com um nível de vida extraordinário, com cidadãos altamente qualificados e até imagina que Angola tem um governo fabuloso, digno dos maiores elogios, que a Líbia é dirigida por um ser normal, democrático, que até escreveu em tempos um livro que só por acaso não ganhou o Nobel da Literatura e que a Venezuela tem um presidente civilizado, com os alqueires todos no sítio e que merece ser recebido várias vezes em poucos meses com gestos de grande carinho e amizade.

Um Presidente da República imagina que os seus silêncios são mais importantes do que as suas palavras e imagina que quando discursa alguém o ouve verdadeiramente com atenção. Imagina que quando fala na necessidade de se combater a corrupção ou atacar a sério os problemas da Justiça e da Educação alguém o leva verdadeiramente a sério e vai a correr preparar mais uns diplomas para indígena ver.

A alucinação, como se vê, veio para ficar. Está a tornar-se numa pandemia. Em vez de dinheiros da Europa, o sítio precisa urgentemente de uma enorme equipa de psiquiatras que o cure da doença enquanto há tempo e esperança de cura.

António Ribeiro Ferreira
[in Correio da Manhã, 28.07.2008]

.visitantes

Web Counters
Cheap Laptop

.subscrever feeds