Domingo, 1 de Fevereiro de 2009

Correspondência

 

 

 

CDU-VIANA JÁ TEM CANDIDATO?
 
Refere o comentador de 31 de Janeiro de 2009 às 21:26, no post  “Sim é Possível”
 
…“Entretanto o Sr. sucessor (ou seja assessor) lá vai aprendendo a gerir a CM, e pelos vistos muito bem, pois parece as coisas começaram a mexer e em breve temos obras a começar no nosso concelho.”…
 
Essa hipótese, mais que verosímil, de ser Luís Miguel Duarte a encabeçar a lista da CDU-Viana à Câmara, está à vista de toda a gente. É uma das possibilidades de reconciliar momentaneamente o dividido PCP-Viana.
Alguns militantes terão que engolir alguns sapos, apesar de tudo menos indigestos, do que aqueles que seriam oferecidos por Estêvão Pereira.
 
Quero salientar que ao previsível candidato, deve ser exigido a consideração e o respeito, se estiver na linha daqueles que têm mérito comprovado.
No entanto, sendo este o candidato, não antevejo diferença na condução da política autárquica, tudo será como agora, ou seja, é mais do mesmo e disso estamos todos fartos.
 
Luís Miguel Duarte, para quem anda esquecido, pertence à Assembleia Municipal, como membro da CDU-Viana e tem estado, desde sempre, conivente com esta calamitosa gestão autárquica.
Ao aparecer como candidato, seria surrealista vir dizer ao eleitorado que nada tem a ver com o actual estado de atraso em que se encontra o nosso concelho.
Esta candidatura, personificada nesta pessoa, como iria explicar a ineficácia da actual maioria, à qual pertence?
 
No meio da propaganda, de maquetas, obras inacabadas e outras com o lançamento do primeiro tijolo em final de mandato, tentarão passar a mensagem para a população que aquela previsível “dinâmica de progresso” não mais parará.
Então onde esteve nos últimos anos o Luís Miguel Duarte e o actual presidente Estêvão Pereira?
Sobre as obras que se avizinham, é bom dizer que na sua maioria são financiadas pelos dinheiros comunitários, negociados pelo governo da Nação. Aliás, desde a adesão de Portugal à CEE, agora designada União Europeia, todos os fundos foram negociados por governos liderados pelo PSD ou pelo PS.
 
Não devemos esquecer, dos grandes partidos, na altura da adesão, só o PCP foi contra a adesão à CEE.
 
Relativamente às obras que vão ser executadas no concelho, estas já deviam ter começado desde há muito.
 
Numa altura em que se acusa unicamente o actual governo da crise de desemprego, fica aqui a oportunidade da Câmara demonstrar, sobe o lema “ Sim É Possível Uma Vida Melhor”, arranjar trabalho para os desempregados do concelho, pois vão ser gastos vários milhões de euros, por parte deste executivo, assessorado pelo seu provável candidatado Luís Miguel Duarte.
 
João Lagarto

 

Recebido por email em http://peixebanana.blogs.sapo.pt/

 

publicado por peixebanana às 19:03
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2009 às 11:25
Uma coisa na politica me fez sempre confusão! Porque razão cada um não se entretêm a demonstrar-nos as mais valias do seu projecto? Este post do peixebanana ilustra bem como a má língua , a mesquinhez vai sempre acompanhando aqueles que começam por dizer nós somos diferentes mas depois entram no mesmo caminho.Sobre isso dizer o que me preocupa a mim neste momento é ver as ruas da minha vila no estado em que estão! Mas preocupa-me ainda mais ver que as pessoas que nos querem apresentar como alternativa são pessoas que não trazem nada de novo: Por exemplo o Bengalinha então nós sabemos o que foi esse senhor como gerente da Caixa e mesmo agora como gestor, muitos risos e palmadinhas nas costas mas as pessoas eram descriminadas, mediante a sua condição social. O Sr. João Pereira de Alcáçovas então não nos lembramos dele e como o seu pai tratava os trabalhadores de Álcáçovas . Não tem qualquer projecto, nem qualquer inovação, até porque são pessoas que identificam com a postura e a politica do PS, aliás partido que "anunciou" emprestar-lhe a sigla. Nestas pessoas estão aqueles que votaram contra a piscina de Álcáçovas, estão aqueles que apoiaram o PS em 1989 quando este partido ganhou a Câmara e passado apenas três anos o resultado foi o que se viu.
Vamos pois falar de projectos, vamos falar se estão ou não dispostos a condenar esta politica do PS que rouba aos pobres para dar aos ricos! O editor do Blog, o Sr. Pacheco e o Sr. Bengalinha e tantos outros, estão disponíveis para assumirem a rotura com a politica do PS que destrói dezenas de famílias no nosso Concelho. Sr. editor do Peixebanana como morador em Aguiar assume condenar o PS por este não cumprir o protocolo para a construção da cresche em Aguiar? Sr. Bengalinha assume com determinação enquanto responsável de uma instituição bancária praticar uma politica que favoreça as famílias e as pequenas e medias empresas. Estas definições é que devem ser postas na ordem do dia e não andarem na permiscuidade a dizer mal. Como eleitor e como cidadão quero ver ouvir para analisar as diferenças. Cidadão atento
De peixebanana a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:30
Caro anónimo; (1de2)

Antes de mais obrigado por comentar, com tanta preocupação. No que me diz respeito tenho todo o gosto em lhe poder responder às suas perguntas e se me permite fazer-lhe alguns reparos. Não o faço em nome de nenhum movimento nem partido, faço-o em meu nome pessoal.

O projecto do movimento unidos pelo concelho de Viana, é um projecto muito interessante, a participação da população tem sido até agora excelente, quer através de mensagens de correio electrónico, quer através de presenças pessoais. Não tenho necessidade nenhuma de lhe estar a mentir, pois o senhor deve saber tanto como eu, que hoje já se vai falando de algumas coisas que há bem pouco tempo eram tabu, é no meio da discussão dos mais variados temas que se encontram os problemas e se preparam as soluções. Para lhe responder á sua primeira pergunta, é isto que se tem estado a fazer, tem-se estado a preparar cuidadosamente um projecto com consistência, objectivo e concretizável.
Em relação ao seu juízo de valor no que diz respeito aos supostos candidatos do movimento, para quem diz que não gosta de má-língua e mesquinhes, o senhor deixa muito a desejar, não sei se serão esses os candidatos, no movimento unidos pelo concelho de Viana temos uma coisa que se chama sufrágio, e outra que se chama educação. Só elegemos quem estiver disponível e mostrar o perfil adequado, da mesma forma não acredito que alguém queira esse lugar de destaque sem o apoio do povo do concelho. Aqui não há imposições, por muito que custe a alguns e por muito que custe a pegar, mais tarde ou mais cedo o povo vai ter mais escolaridade, mais oportunidade e maior lucidez, nesse dia o voto vai passar a ser chamado voto consciente e a sociedade civil passará a fazer parte da solução dos problemas do concelho. Bem sei que isto lhe parece uma utopia, mas com um pouco mais de escolaridade (aproveite as novas oportunidades), de oportunidade (de como fala das pessoas), e lucidez (de raciocínio), talvez um dia venha a pensar de forma diferente.

(continua)
De peixebanana a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:32
(2de2)

Não sei se neste movimento estão ou não pessoas que estiveram na câmara em 1989, sei que estão as que estão, eu em 1989 estava a entrar para a universidade no Porto e agora estou aqui em Aguiar com a minha família pronto para dar o meu contributo na preparação de um programa que me permita criar as minhas filhas aqui, num local que me recebeu muito bem e ao qual quero retribuir todos os dias. Tenho notado uma dificuldade enorme na compreensão do conceito de cidadania e liberdade de expressão.

Estou ao lado dos que como eu estão insatisfeitos com o que tem sido feito no concelho, nos últimos anos, tenho alguns amigos que fazem parte da estrutura partidária da CDU em Viana, que conhecem a minha disponibilidade, porque para mim são todos iguais, a única diferença está nas ideias, isso não nos faz mais ou menos, a cultura da diferença, o respeito e a exigência fazem parte da democracia, tal como a derrota ou a vitória. Quantos anos lutou Álvaro Cunhal, por ser diferente e nesta luta quantas mentes mudou.

Ao contrário do que pensa, não acho que tudo o que o executivo da Câmara Municipal de Viana do Alentejo faz, esteja mal. Há pontos positivos, mas se o senhor for um cidadão atento verá que há bastantes mais pontos negativos. Tudo isto tem a ver com o que se pode fazer e não com o que se vai fazendo, são dois caminhos distintos, tal como as formas de pensar.
Em relação ao PS e ao governo do Eng.º Sócrates, posso dizer-lhe que não votei no homem e por isso tenho a minha consciência tranquila, sou uma vitima directa de uma politica perfeitamente desajustada do inicio ao fim, nunca acreditei neste governo nem neste tipo de politica sem eficácia que por falta de oposição se habilita a ganhar eleições outra vez.

Tal como tenho estado a ser vítima desta politica, sei que a Câmara de Viana deverá ter tido os seus problemas, o mal veio para todos, a forma como contornamos os problemas às vezes é a solução.

Como vê sou livre no pensar e no agir, estou com quem quer mais e melhor, quer tenham feito parte de uma lista em 1989 ou noutro ano qualquer. O movimento é aberto, é um espaço de liberdade e quer-se democrático. Acredito que daqui nascerá uma boa equipa e que com o tempo as mulheres e os homens do concelho de Viana terão maior participação no seu próprio futuro.

E se me desiludir, mudo e se cair levanto-me.

O homem que se levanta é maior do que aquele que não caiu.
De polvorosa a 2 de Fevereiro de 2009 às 23:45
Caríssimo,
Identifico-me com as suas palavras, é um texto que gostaria de ter escrito.
Um abraço.
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2009 às 20:32
Depois de ler com alguma tristeza este demagógico comentário, devassando pela mentira a vida privada de pessoas idóneas – só me apraz dizer 2 coisas.
1 - Com o 25 de Abril restaurámos a liberdade de cada um de nós poder apoiar, sem qualquer tipo de coação, os partidos ou movimentos que escolher.
2 – Sei que a esmagadora maioria da população do nosso concelho, não se revê neste tipo de comentários monolíticos, riscados de forma inquisidora, tentando dessa forma inibir a forma de pensar e de agir de cada um.

José Luís Potes Pacheco
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2009 às 20:36
Gostei do anterior comentário, não sei se o Sr. Luis Miguel será ou não candidato da CDU, se for parabens pela escolha. É que mais vale perder a dignidade que votar no Rui Penetra.Ou noutro Penetra qualquer. Quanto aos candidatos do PS, são o que são, não valem os ataques pessoais. Mas se valerem, há muitas histórias para contar...
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2009 às 22:21
Tentou começar bem, de seguida vem a tal ameaça velada, como se não houvesse tanta história para contar, daqueles que qerem ser os donos da história do nosso concelho.
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2009 às 20:53
"Pessoas normais falam sobre coisas, pessoas inteligentes falam sobre ideias, pessoas mesquinhas falam sobre pessoas........." Platão
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2009 às 21:38
Ai o medo...
De anonimo a 3 de Fevereiro de 2009 às 13:46
Eu já vos disse, que estão desvairados... Não lhes liguem, deixem-nos andar. Cada um que faça a sua parte ou a sua ideia, com parte ou sem parte no caixote... Boa ?
De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2009 às 20:57
Sr. João Lagarto, tal como o conheço a si, também conheço bem o Sr. Luís Miguel Duarte, e digo-lhe que pergunta parva que o Sr. fez, entre outras opiniões, .... " Então onde esteve nos últimos anos Luís Miguel Duarte .........". Não sabe ? Esteve a trabalhar, e a dar provas que o sabe fazer, e que não tem preguiça para tal, teve a criar trabalho, coisa rara hoje em dia e que eu agradeço muito, eu e outras pessoas, pois o homem que o Sr. não sabe o que tem andado a fazer criou uma pequena empresa, que hoje dentro do seu ramo é uma das maiores no Alentejo. E tenho o prazer de ouvir da boca dos seus funcionários que não maltrata ninguém e a massinha ao fim do mês não falha.
Não falo de politica com ele mas deixe que lhe diga, se ele esteve desde sempre conivente com esta gestão então parabéns, e ainda mais o admiro, pois não houve até hoje gestão Camarária que tanto fizesse e evoluísse o Concelho de Viana como a que lá está agora. E só não vê quem é cego.
E mais ainda, esse Sr. Luís Miguel Duarte, que tanto o incomoda, a si e a muita gente, não serve só para reconciliar o PCP como o sr . diz, porque ele é um homem do povo, vive com o povo, e para o povo é um homem que gera consensos onde quer que chega.
Deixo aqui manifestado que na minha opinião dos nomes que se tem falado, só á dois homens que podem e tem capacidade para levar este concelho em frente, um chama-se Estêvão Pereira ( se ele se candidatar vou votar nele OUTRA vez) o outro é o Luís Miguel Duarte.
Só para terminar gostava que o Sr. Lagarto disse-se o que tem feito nestes últimos anos por onde tem andado, e o que tem produzido?
Francisco Cobra
De Anónimo a 15 de Fevereiro de 2009 às 18:33
Meu caro senhor

Desculpe a franqueza, mas o Sr. não deve ter saído de Viana neste últimos anos, para estar a dizer que o nosso concelho evoluiu muito..
O concelho de Viana é dos mais atrasados, em todos os aspectos, dentro do Alentejo. Não há emprego, nem oportunidades , e se o Sr. Luís Miguel Duarte conseguiu dar muitos postos de trabalho deve ter tido uma grande ajuda porque tanto quanto sei a maioria das pessoas do concelho trabalham em Évora.
Até lhe digo mais, o Sr. Estêvão Pereira, por quem o Sr. mostra tanta devoção, foi preciso ir para a Câmara para já ser chamado de Dr.
Foi preciso ir para o "tacho" para ir tirar um curso com o dinheiro dos contribuintes, que somos todos nós.... Sim senhor belo presidente que se serve do dinheiro dos cidadãos para uso próprio....
Venham mais Estêvão .
De Madrugador a 18 de Fevereiro de 2009 às 21:21
Ouvi comentar os blogs de Viana e vim espreitar. Fiquei surpreendido pelo Sr Presidente da Câmara já ser Dr!!!!! Dr de quê? Se é DR ainda bem, porque precisamos de Drs no interior do País e vai ter lugar assegurado quando sair da política.
Tirou o curso à conta da Câmara?? Foi a Câmara que lhe pagou???
Sou um pouco atrasado confesso!

Comentar post

.Sobre um dia perfeito para os peixes banana

 

Um dia perfeito para os peixes banana é um blog sem cor, mas com opinião acerca de algumas questões que são importantes para todos nós. Não pretende fazer oposição a nada nem a ninguém, pretende apenas despertar os sentidos de quem pode fazer mais e melhor. Tem acesso livre e publicação de comentários que embora moderados são normalmente publicados na integra (a moderação serve exclusivamente para que se proteja a integridade pessoal da nossa gente).
Se pretender contactar o blog via email pode fazê-lo para peixebanana@sapo.pt e colocar as suas opiniões, duvidas ou participar no blog. Um dia perfeito para os peixes banana reserva-se no direito de publicar apenas o que acha válido para uma opinião responsável e construtiva.
A causa publica é a principal bandeira e existe para que através de uma opinião (que não passa disso mesmo), se possa debater um tema e assim adquirir conhecimento.
Quem não gosta do formato não veja, quem gosta sinta-se em casa, mas ambos são bem recebidos.
 
Um dia perfeito para os peixes banana

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

 

Clarice Lispector

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favoritos

. QUARTOS-CHAMBRES-ROOMS

.links

.o tempo

eztools.com

.sobre o peixe banana

.posts recentes

. ...

. retratos

. Movimento Unidos pelo Con...

. twenty three:

. Curtas

. Moderação

. Um docinho...

. Unidos Venceremos

. Apresentação do candidato

. Modern Toss

. Era uma vez...

. more wordboner

. O curso

. Projectos do Sr. Eng. Soc...

. Sim é possivél, urinar em...

. PLANO PARA SALVAR PORTUGA...

. Word Boner

. tumblr

. Para quem ainda tinha duv...

. Viana tem mais encanto na...

Alucinações

 
Um polícia reformado imagina que uma criança inglesa morreu num trágico acidente e que o corpo foi congelado ou conservado no frio pelos pais e amigos.

Um político socialista imaginou que era possível combater a corrupção neste sítio cada vez mais mal frequentado, apresentou um pacote de medidas e ficou muito desiludido quando o seu partido o atirou para o lixo e aprovou um conjunto de diplomas que vai deixar tudo como antes, o quartel-general em Abrantes. O mesmo político imagina, agora, que a corrupção está mais elevada do que nunca e fica triste porque ninguém lhe liga nenhuma.

A líder do maior partido da Oposição imagina que é possível chegar ao poder sem andar por aí em festas folclóricas, em espectáculos medíocres e chega ao ponto de dizer que vai tentar falar verdade sobre os problemas do sítio e que não se pronuncia sobre assuntos que não conhece.

Um ministro deste Governo socialista imagina-se como director comercial de uma multinacional e salta de contente sempre que assina um contrato com uma empresa qualquer. O mesmo governante imagina um dia que a crise económica, financeira e social já passou e no outro imagina que o que aí vem vai ser bem pior.

Um primeiro-ministro que os indígenas elegeram em 2005 com maioria absoluta imagina que vive num sítio maravilhoso, com uma economia pujante, com um nível de vida extraordinário, com cidadãos altamente qualificados e até imagina que Angola tem um governo fabuloso, digno dos maiores elogios, que a Líbia é dirigida por um ser normal, democrático, que até escreveu em tempos um livro que só por acaso não ganhou o Nobel da Literatura e que a Venezuela tem um presidente civilizado, com os alqueires todos no sítio e que merece ser recebido várias vezes em poucos meses com gestos de grande carinho e amizade.

Um Presidente da República imagina que os seus silêncios são mais importantes do que as suas palavras e imagina que quando discursa alguém o ouve verdadeiramente com atenção. Imagina que quando fala na necessidade de se combater a corrupção ou atacar a sério os problemas da Justiça e da Educação alguém o leva verdadeiramente a sério e vai a correr preparar mais uns diplomas para indígena ver.

A alucinação, como se vê, veio para ficar. Está a tornar-se numa pandemia. Em vez de dinheiros da Europa, o sítio precisa urgentemente de uma enorme equipa de psiquiatras que o cure da doença enquanto há tempo e esperança de cura.

António Ribeiro Ferreira
[in Correio da Manhã, 28.07.2008]

.visitantes

Web Counters
Cheap Laptop

.subscrever feeds