Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

A familia de Paulo Bento

 

Isto foi depois do 2-0, antes andavam aos saltos!

publicado por peixebanana às 01:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 28 de Setembro de 2008

wall street pede dinheiro

 

Brendan McDermid / REUTERS

 

 

Os protestos nos centro de new york, vêm com bons olhos a entrada de 700 biliões de dolares para a economia estado unidense.

 

E á gente quem é que nos salva?

publicado por peixebanana às 18:53
link do post | comentar | favorito
|

O PRECONCEITO SOCIAL E A ESPIRAL DO SILÊNCIO

recebido por email

 

Peixe banana, muitos parabéns pela forma civilizada como tem respondido a alguns comentários, onde muitas vezes é visado perfidamente por serviçais blogosféricos, também em versão “Botox/Maria”, dirigidos por um incompetente conselho de redacção.
Ao mínimo sinal de perigo, essa minoritária oligarquia, pega nas suas bandeiras de contrafacção e instigam na comunidade, o perigoso fantasma do preconceito social.
 
Os alvos são conhecidos: os “líderes de opinião” oposicionista a este executivo camarário, mas sobretudo aquelas criaturas que, obstaculizando o pensamento único, transmitem as suas ideias, através da dinâmica de alguns blogues (consequência mais recente da revolução tecnológica), os únicos veículos de comunicação social concelhia que vão quebrando, parcialmente, aqui ou ali, a espiral do silêncio de propaganda do sistema instituído.
 
 
“O termo Espiral do Silêncio foi utilizado pela pesquisadora alemã Noelle-Neumann, para descrever o mecanismo psicológico em que os indivíduos tendem a seguir as opiniões dos outros, até que uma opinião se estabeleça como atitude prevalecente, enquanto as outras opiniões isoladas são rejeitadas por todos.
Essa Teoria defende que os indivíduos buscam a relação social através da observação da opinião geral e procuram expressar-se dentro dos parâmetros da maioria para não caírem no isolamento, MESMO NÃO ESTANDO DE ACORDO… ajuda a manter o status quo, consolidando os valores da classe dominante, formando a nossa percepção da realidade” (1)
 
Fomentar o preconceito social, conduz-nos à discriminação, à marginalização e em último caso à violência, quando afinal esta patologia é apoiada unicamente na aparência e na empatia.
Os preconceituosos, tal como os predadores, tentam “abater as suas vítimas” a menos que estas últimas se transfigurem como sendo membros da tribo persecutória.
 
Para reflexão, copio uma parte do texto de Sérgio Ribeiro, economista e membro do Comité Central do Partido Comunista Português, publicado em http://www.pcp.pt/avante/1264/6403h2.html
 
“AINDA SOBRE NÓS, COMUNISTAS E O NOSSO PAPEL E LUGAR – TODOS DIFERENTES, TODOS IGUAIS
 
“.. Retomando o fio desta intrincada meada, o que quereria deixar claro é que, vindo cada um de seu canto, fazendo cada um o seu caminho, sendo por isso todos diferentes, vamos chegando a caminhos cada vez mais colectivos, aí nos encontrando todos iguais. Naturalmente que quem nasceu e cresceu no meio de livros e leituras, quem na sua vida profissional, aquela em que somos obrigados a vender tempo nosso para dispor de um salário ao fim do mês, tem uma prática quotidiana de leitura e de escrita, terá, perante as situações, uma atitude diferente da do camarada que o primeiro contacto que teve com letras foi nos livros escolares, conviveu meteoricamente com eles porque a escola foi passagem rápida para a vida de trabalho, para aquela vida em que somos obrigados a vender tempo nosso para dispor de um salário ao fim do mês e em que, no caso dele, os livros e leituras estão ausentes (salvo a dos jornais desportivos que impedem o regresso ao analfabetismo). No entanto, sendo diferente, pode ser igual, e quase sempre é mais, na determinação de transformar a realidade, de a mudar para ser dela o centro, o meio e o fim.
Não é um culto e o outro inculto. Têm culturas diferentes, como fruto de vivências diferentes, e, se estão no mesmo caminho de colectivos colectivizando-se, deverão procurar complementá-las e potenciá-las.”
 
Infelizmente já pouca gente liga a estes e outros princípios ideológicos democráticos, chave mestra na condução dos nossos destinos colectivos.
Por isso mesmo, só por si, o científico Marketing político mercantilista, não conseguirá encapotar todas as deficiências dos produtos postos à disposição dos consumidores.
 
(1)   http://ceutagecomceut.blogspot.com/2008/05/espiral-do-silncio-e-o-controle-de.html
Neste parágrafo apenas foram retirados alguns “brasileirismos” do texto original e destacadas palavras em letras maiúsculas.
 
José Luís Potes Pacheco
publicado por peixebanana às 01:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 27 de Setembro de 2008

Magalhães - golpe de propaganda

recebido por email, editado por peixe banana

 

 
Os noticiários abriram há dias, com pompa e circunstância, anunciando o lançamento do 'Primeiro computador portátil português', o 'Magalhães'.

A RTP refere que é 'um projecto português produzido em Portugal'
A SIC refere que 'um produto desenvolvido por empresas nacionais e pela Intel' e que a ' concepção é portuguesa e foi desenvolvida no âmbito do Plano Tecnológico.'

Na realidade, só com muito boa vontade é que o que foi dito e escrito é verdadeiro.
O projecto não teve origem em Portugal, já existe desde 2006 e é da responsabilidade da Intel.
Chama-se Classmate PC e é um laptop de baixo custo destinado ao terceiro mundo e já é vendido há muito tempo através da Amazon.
As notícias foram cuidadosamente feitas de forma a dar ideia que o 'Magalhães' é algo de completamente novo e com origem em Portugal. Não é verdade. Felizmente, existem alguns blogues atentos. Na imprensa escrita salvou-se, que se tenha dado conta, a notícia do Portugal Diário: ' Tirando o nome, o logótipo e a capa exterior, tudo o resto é idêntico ao produto que a Intel tem estado a vender em várias partes do mundo desde 2006. Aliás, esta é já a segunda versão do produto.'
Pelos vistos, o jornalista Filipe Caetano foi o único a fazer um trabalhinho de investigação em vez de reproduzir o comunicado de imprensa do Governo.
A ideia é destruir os esforços de Negroponte para o OLPC. O criador do MIT Media Lab criou esta inovação, o portátil de 100 dólares...
A Intel foi um dos parcceiros até ver o seu concorrente AND ser escolhida como fornecedor. Saiu do consórcio e criou o Classmate, que está a tentar impor aos países em desenvolvimento.
Sócrates acaba de aliar-se, SEM CONCURSO, à Intel, para destruir o projecto de Negroponte. A JP Sá Couto, que já fazia os Tsumanis, tem assim, SEM CONCURSO, todo o mercado nacional do primeiro ciclo.
Tudo se justifica em nome de um número de propaganda política terceiro-mundista.
Para os pivots (ex-jornalistas?) Rodrigues dos Santos ou José Alberto Carvalho, o importante é debitar chavões propagandísticos em vez de fazer perguntas.

Se não fosse a blogosfera - que o ministro Santos Silva ainda não controla - esta propaganda não seria desmascarada. Os jornalistas da imprensa tradicional têm vindo a revelar-se de uma ignorância, seguidismo e preguiça atroz.

 http://pt.wikipedia.org/wiki/Nicholas_Negroponte#O_PC_de_USD_100
publicado por peixebanana às 13:06
link do post | comentar | favorito
|

5* teatro nacional de cuba

 

 

As expectativas eram altas para este espectáculo SONLAR do Teatro Nacional de Cuba no cineteatro de Viana do Alentejo, belíssima iniciativa da Câmara Municipal que brindou os munícipes com um espectáculo a todos os níveis magnífico, foi uma noite de energia e sensualidade com ritmos latinos e grandes performances.
Na minha opinião esta aposta na qualidade acima da média enriqueceu quem esteve presente, e mesmo os mais desconfiados com estas coisas da dança contemporânea bateram palmas, sorriram e bateram o pé ao ritmo da precursão. Sinceramente superou as minhas expectativas.
No fim fomos brindados com um bom exemplar de capa dura que ilustra o que foi feito nos últimos 3 anos no cineteatro de Viana e nos seus quase 50 anos de vida, foi uma noite de “surpresas” e isto tudo sem ter de pagar bilhete.
A maior surpresa foi logo ao inicio, quando o staff da Câmara Municipal de Viana do Alentejo decidiu homenagear o homem a quem se deve o restauro do cineteatro de Viana oferecendo-lhe o exemplar nº1 da edição, O Presidente da Câmara, Estevão Machado Pereira.
Foi uma surpresa para o próprio que subiu ao palco e agradeceu á equipa de colaboradores e amigos. De fácil discurso, até a mim me arrancou uma salva de palmas, posso não concordar com algumas coisas na Câmara Municipal de Viana do Alentejo, mas tenho bastante consideração pela pessoa.
Depois dos agradecimentos, ouviu-se um breve discurso de pedido de desculpas aos munícipes, acerca da obra que não tem sido feita, notei que a impossibilidade deu lugar á aceitação, vamos ver se os munícipes continuarão a apostar numa equipa que teve uma noite de luxo e 3 anos muito complicados.
Parabéns para os organizadores do espectáculo (CMVA).
publicado por peixebanana às 01:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008

PEIXE BANANA VS PARTE NO CAIXOTE

 

(…)COSTA DA SILVA VS PEIXE BANANA
 
 
Andei a dar uma vista de olhos nos blogues e vejo o Costa da Silva e o Peixe Banana que já todos conhecemos até de cor, num duelo a ver quem maior visibilidade mostra à Dr.ª Ferreira Leite.
Senhor Morais, vá com calma, o Costa da Silva chegou primeiro e foi mandatário para o distrito da campanha da Dr.ª Ferreira Leite, por isso está um bocadinho mais acima tá a ver? e tal como na tropa hierarquia é um posto.
Percebo que o senhor queira estar em todas, para se mostrar...mas mistura tudo. 
O Costa da Silva, lança a confusão porque é esperto e você mordeu o isco. Ele sabe que os Magalhães, os primeiros  computadores a serem distribuídos no país vieram para Portel. Porquê? É preciso ajudar o Patinho, Presidente de Câmara Socialista e responsável pelo partido no distrito de Beja.
Acha que a ministra da Educação viria a Viana do Alentejo fazer show off para a televisão? Ou ao contrário, se o governo fosse PSD viriam a Portel ou a Viana  distribuir os primeiros computadores destinados ao 1º ciclo? O Senhor sabe muito bem que não! ou se não sabe percebe muito pouco de politica.
Quanto ao prolongamento, sejamos francos, a EB1 de Aguiar continua à espera que o Centro de Emprego resolva a situação, porque não há condições financeiras para contratar mais gente. Mas sabe como é que agora funcionam os projectos? o Senhor faz a candidatura e depois o nosso magnifico e superior centro de emprego envia quem quer sem consultar as entidades. É Comer e Calar! Como tudo neste governo do Eng.º Sócrates.
Acha que o Conselho Executivo se orgulha desta situação? Mas o tempo que perde a ligar para interpostas pessoas, para fazer queixinhas vá queixar-se a quem de direito. O Dr. Verdasca terá concerteza muito prazer em receber o Sr. Arquitecto.(…)
 
 
In http://partenocaixote.blogs.sapo.pt/3022.html
 
 
 
Caro amigo, conheci o Dr. Costa da Silva há já alguns anos quando o mesmo desempenhava funções e bem na Comissão de Coordenação da Região do Alentejo, cruzamo-nos por um par de vezes em que pude ouvir da parte dele palavras de estímulo em relação a alguns projectos de cariz social que ele próprio acarinhou e ajudou a que pudessem ser uma realidade.
Não sou filiado em nenhum partido político, nem tenho nenhuma simpatia especial pela Dra. Ferreira Leite, considero-me um cidadão participativo que tem todo o gosto em envolver-se na discussão consciente dos problemas do sítio onde vivo e trabalho, já o fiz enquanto estudante na escola secundária e a nível universitário, não tenho um percurso político definido até porque tenho bastante dificuldade em me situar politicamente. No entanto acredito nas pessoas e nas suas capacidades e para que conste, na minha modesta opinião o Dr. Costa da Silva é porventura um dos Homens com maior capacidade para gerir o Município, pena que tenha que carregar com o PSD Viana do Alentejo às costas, e que por esse mesmo motivo não consiga reunir votos suficientes de uma população que parece ter medo do progresso.
Se há neste momento alguém neste concelho que tem conhecimentos ao nível da gestão das autarquias, projectos e fundos comunitários, bem como saber utilizá-los essa pessoa é o Dr. Costa da Silva, com isto não quero dizer que seja o único, mas eu não sou de certeza.
Ex.ma Dra. Manuela Ferreira Leite se vinha a caminho de Aguiar pode dar a volta para trás, ou melhor, já que vem aproveite e visite a nossa praça, saia do carro á vontade, bem sei que vai parecer estar numa IP, mas se reparar bem tem banquinhos e se ficar por trás de uma árvore está protegida.
Amigo eu não faço queixinhas, normalmente pergunto a quem de direito o que fazer para abreviar algumas situações, é assim que vamos conhecendo com quem falamos. Sou pai, não sou o representante da comunidade!
Ainda não vi nenhum representante da comunidade preocupado com problema, se calhar já falaram com o Dr. Verdasca e ficaram descansados e agora é a Feira d’Aires que se lixem as crianças.
Não o faço exclusivamente pelos meus filhos, e não me importo de dar a cara quando vejo que há dinheiro para megalomanias e não há para um assunto tão sério como a educação dos nossos filhos.
Por fim, eu não me mostro o senhor(a) é que me vê.
Caro/a Parte no caixote a isto chama-se cidadania!

 

publicado por peixebanana às 23:19
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Free Style em Viana (Arrepiado)

 

 

Arrepiado em Viana, hoje ás 21:00h. Pura adrenalina, para quem gosta, claro.

publicado por peixebanana às 15:02
link do post | comentar | favorito
|

Uma câmara sempre disponível

Apesar das críticas do seu partido ao protocolo de transferência de competências na área da educação - objecto de uma cerimónia de assinatura com o primeiro ministro na FIl, do tipo que a CDU costuma classificar como de pura propaganda do Governo - a Câmara de Sines destacou-se por ser uma das duas únicas camaras comunistas que acederam à chamada. A outa foi Nisa. Menos de um terço assinou e entre as que alinharam destaque para as autarquias lideradas pelo PS mas nem todas, com destaque para a câmara de Lisboa.
Consta que o autarca de Sines já foi chamado "lá acima" para receber os necessários correctivos. Anda o camarada Jerónimo a dizer uma coisa e andam estes camaradas a fazer o contrário.

 

roubado á pedra do homem http://pedradohomem.blogspot.com/, editado por peixe banana

publicado por peixebanana às 02:30
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

Porquê em Portel e não em Viana do Alentejo?

 

(...)Portel: Uma criança, um computador

Trezentas crianças de Portel passam a navegar na internet. O «Magalhães», computador que ontem começou a ser distribuído nas escolas do ensino básico fez as delícias de miúdos e graúdos. Em Portel, por exemplo, a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, inaugurou o novo Centro Escolar que acolhe todas as crianças que na sede do concelho frequentam educação pré-escolar e o 1.º ciclo do ensino básico.

 

Visto no http://www.noticiasalentejo.pt/

 

Porque é que esta iniciativa começou em Portel e não em Viana do Alentejo?

 

Será que tem alguma justificação simples?(...)

 

Publicado no Alcaçovas por António Costa da Silva editado por peixe banana

 

 

Caro amigo, aqui no concelho e mais precisamente em Aguiar, todos os anos temos promessas de um arranque de ano escolar melhor, este ano embora tenha começado mais tarde do que a generalidade das escolas em Évora, e aparentemente melhor organizado, o inicio das actividades pré escolares começou sem prolongamento o que já nos vamos habituando, é com enorme esforço que alguns pais se têm que deslocar do seu local de trabalho para vir apanhar o filho/a ás 15h a Aguiar, toda a gente sabe que em a maior parte das pessoas de Aguiar em idade activa não trabalha em Aguiar, mas verdade seja dita que uma semana chegou para colocarem alguém para tomar conta das nossas crianças na pré escola de Aguiar. E digo alguém porque é no minimo exigivel que esse alguém tenha conhecimento na área para a qual vai desempenhar um papel que na minha opinião é de extrema importância. Ficar a tomar conta e organizar 30 crianças durante 3 horas não é pêra doce para uma pessoa com qualificação nessa área, quanto mais para alguém que não tendo habilitações para tal, não reune sequer o pré requesito de auxiliar. Se esta escolha foi responsabilidade dos serviços da Camara Municipal de Viana do Alentejo, é no minimo um gozo para com as crianças e pais de Aguiar. Mas a gente já se vai habituando. Gostava no entanto de saber qual é o critério de escolha dos candidatos, isto é, se há algum critério.

 

Quanto á escola primária que também começou mais tarde do que a generalidade das escolas de Évora, foi ainda mais engraçado. Neste caso como nos primeiros dias não houve almoço, alguns pais tiveram que sacrificar dias de férias para estarem disponiveis para irem buscar o filho/a para almoçar (havia almoço, mas não havia auxiliar para vigiar os meninos e dar apoio ao almoço), e voltar a levar para depois irem novamente ás 15h busca-los.

 

Como é que querem fazer crescer a população escolar num local como Aguiar desta forma?

 

O mais engraçado é que passados quase 15 dias do inicio das aulas, ainda não há prolongamento, ou actividades extracurriculares. Por viver em Aguiar e achar que é importante que os meus filhos sejam parte integrante da comunidade onde vivem, optei sempre por colocá-los em estabelecimentos de ensino em Aguiar, mas tenho pena quando ao fim da tarde se juntam os amigos que chegam da escola de Évora e falam das aulas de desporto de iniciação aos computadores e de inglês e a minha filha fica a olhar. Por sorte ou por atenção a estes problemas tento sempre ter tempo para complementar e preencher essas lacunas, pena é que num concelho tão pequeno e por isso bastante mais fácil de organizar a este nivél, não se tenha uma politica de educação com nexo.

 

Caro António Costa da Silva falar aqui em "Magalhães" é chinês!

publicado por peixebanana às 22:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

haja fartura

"Perante a catástrofe iminente, aqueles mesmos que reclamavam, há poucos meses, menos Estado, mais privatizações, recorrem agora ao Estado, com total desfaçatez, isto é: ao dinheiro dos contribuintes. Privatizam-se os lucros e socializam-se os prejuízos - essa parece ser agora a regra."

 

mario soares in publico

 

publicado por peixebanana às 10:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

Mais uma Golpada - ERSE

 

 

Era uma vez um senhor chamado Jorge Viegas Vasconcelos, que era presidente de uma coisa chamada ERSE, ou seja, Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, organismo que praticamente ninguém conhece e, dos que conhecem, poucos devem saber para o que serve. Mas o que sabemos é que o senhor Vasconcelos pediu a demissão do seu cargo porque, segundo consta, queria que os aumentos da electricidade ainda fossem maiores.

Ora, quando alguém se demite do seu emprego, fá-lo por sua conta e risco, não lhe sendo devidos, pela entidade empregadora, quaisquer reparos, subsídios ou outros quaisquer benefícios. Porém, com o senhor Vasconcelos não foi assim. Na verdade, ele vai para casa com 12 mil euros por mês - ou seja, 2.400 contos - durante o máximo de dois anos, até encontrar um novo emprego.

Aqui, quem me ouve ou lê pergunta, ligeiramente confuso ou perplexo: «Mas você não disse que o senhor Vasconcelos se despediu?». E eu respondo: «Pois disse. Ele demitiu-se, isto é, despediu-se por vontade própria!». E você volta a questionar-me: «Então, porque fica o homem a receber os tais 2.400contos por mês, durante dois anos? Qual é, neste país, o trabalhador que se despede e fica a receber seja o que for?».

Se fizermos esta pergunta ao ministério da Economia, ele responderá, como já respondeu, que «o regime aplicado aos membros do conselho de administração da ERSE foi aprovado pela própria ERSE». E que, «de acordo com artigo 28 dos Estatutos da ERSE, os membros do conselho de administração estão sujeitos ao estatuto do gestor público em tudo o que não resultar desses estatutos». Ou seja: sempre que os estatutos da ERSE foram mais vantajosos para os seus
gestores, o estatuto de gestor público não se aplica.

Dizendo ainda melhor: o senhor Vasconcelos (que era presidente da ERSE desde a sua fundação) e os seus amigos do conselho de administração, apesar de terem o estatuto de gestores públicos, criaram um esquema ainda mais vantajoso para si próprios, como seja, por exemplo, ficarem com um ordenado milionário quando resolverem demitir-se dos seus cargos. Com a bênção avalizadora, é claro, dos nossos excelsos governantes.

Trata-se, obviamente, de um escândalo, de uma imoralidade sem limites, de uma afronta a milhões de portugueses que sobrevivem com ordenados baixíssimos e subsídios de desemprego miseráveis. Trata-se, em suma, de um desenfreado, abusivo e desavergonhado abocanhar do erário público.


Mas voltemos à nossa história. O senhor Vasconcelos recebia 18 mil euros mensais, mais subsídio de férias, subsídio de Natal e ajudas de custo. 18 mil euros seriam mais de 3.600 contos, ou seja, mais de 120 contos por dia,  sem incluir os subsídios de férias e Natal e ajudas de custo.

Aqui, uma pergunta se impõe: Afinal, o que é - e para que serve - a ERSE? A missão da ERSE consiste em fazer cumprir as disposições legislativas para o sector energético. E pergunta você, que não é burro: «Mas para fazer cumprir a lei não bastam os governos, os tribunais, a polícia, etc.?».

Parece que não. A coisa funciona assim: após receber uma reclamação, a ERSE intervém através da mediação e da tentativa de conciliação das partes envolvidas. Antes, o consumidor tem de reclamar junto do prestador de serviço. Ou seja, a ERSE não serve para nada. Ou serve apenas para gastar somas astronómicas com os seus administradores. Aliás, antes da questão dos aumentos da electricidade, quem é que sabia que existia uma coisa chamada ERSE?
Até quando o povo português, cumprindo o seu papel de pachorrento bovino, aguentará tão pesada canga?
E tão descarado gozo?
Politicas à parte estou em crer que perante esta e outras, só falta mesmo manifestarmos a nossa total indignação.
Já agora façam lá o favorzinho de  reenviar para a V/ lista de amigos, pelo menos sempre se fica a saber de coisas importantes que retiram toda a credibilidade a esta cambada de MALANDROS  deste País que de País só começa a figurar o nome.

publicado por peixebanana às 21:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

Teatro Nacional de Cuba

 

 

SONLAR é em primeiro lugar um espectáculo de dignificação do dia-a-dia de um solar cubano, depois é também uma encenação de dança e percussão que recria os ambientes de um dia num “solar” cubano e onde “os bailarinos, com humor, criam a música, os ritmos que eles próprios dançarão, através de sons que surgem de objectos do uso diário ou a partir de leques em que as bailarinas improvisam e dançam ao compasso dos mesmos”. É um espectáculo na linha dos «Stromp», cuja principal diferença reside na riqueza dos sons cubanos que se vão cruzando com ritmos e danças variadas, como o hip-hop, o breakdance, as rumbas, a dança clássica, a música electrónica, os ritmos do Brasil e de África.

 

Viana do Alentejo, Cine Teatro no dia 26 pelas 21h30

 

publicado por peixebanana às 13:06
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Setembro de 2008

"Movimento Perpétuo Associativo"

Ficamos á espera...

 

 

 

publicado por peixebanana às 15:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

haja blogues!

 
 
 

 

A MALTA FALA, FALA...TODOS QUEREM TER PARTE NO CAIXOTE

publicado por peixebanana às 00:53
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

O prémio VALOR SUL 2009



(...)Na minha opinião, ainda estamos acerca de um ano do término deste mandato – “Oh Tempo Volta P´ra Trás”.
Sejamos justos porque ainda falta algum tempo, vamos ver até ao último dia a lista do que vai sendo feito, de acordo com as promessas, e no final façamos então o devido balanço.

Quanto àquela primeira parte do programa eleitoral autárquico:

1 – CDU – A FORÇA DA DIFERENÇA
É para perdoar e esquecer, porque em tempo de guerra não se limpam armas, aquilo na verdade também não fazia parte do programa, pois toda a gente sabia, e isso foi amplamente discutido democraticamente com todos nós.
Aquelas belas propostas foram apenas colocadas para embelezar aquele papel azul – não é por aí que os podemos acusar de incumprimento porque, repito, todos sabíamos que aquilo era só para turista ver e todos concordámos em pregar uma partida aos espertinhos que lessem o programa.

Relativamente às vulgarmente designadas obras e planeamento, o inverno é tempo de empreendedorismo, a altura do ano ideal de arranque dessas acções, dirigidas sob comando militar.
Como se fosse um batalhão de engenharia em tempo de crise, não são admitidos plenários nas unidades militares de obra por fazer.
Tal como se passou no pós-25 de Abril, ficou demonstrado que tais práticas só enfraqueceram a eficácia das forças progressistas aquarteladas.
Alguma preocupação reina no executivo, pois o nosso clima ultimamente seco neste período pode ficar muito chuvoso, a enxurrada formada pode arrastar aquele imenso equipamento importado da China, através do Xarrama e desaguar ao longo das margens do Sado. O Presidente de Grândola e de Alcácer, alertados pela população daquela dádiva do rio, pescam em benefício daqueles concelhos as ferramentas motrizes que a água providencial arrastou.

Alguém pensa no concelho de Viana que se pode ganhar uma corrida de 100 m, em alta competição, partindo com 1 segundo de atraso?
Como diz o povo, andaram a dormir a sesta e agora nem de mota conseguem lá chegar.

Como sugestão: estamos em tempos de “vacas magras”, porque os anéis da autarquia “já lá vão indo por esses campos fora” e com tanta promessa adiada só se a Câmara ganhar o euromilhões o que é muito difícil – às vezes os milagres acontecem inesperadamente, quem sabe.

Assim, aceitem a sugestão dos mais pragmáticos de entre vós, aproveitem o mesmo programa eleitoral dos boletins das eleições 2005-2009, calculo que devem ter sobrado alguns, mudem-lhes as datas para 2009-2013 e fica o referido programa eleitoral perfeitamente actual para as próximas eleições.

Aqui está o verdadeiro ovo de Colombo, o inatingível jornal de hoje e de amanhã – neste caso o programa eleitoral da CDU-VIANA ganhará o prémio VALOR SUL 2009. (...)

 

enviado por anónimo editado por peixe banana

publicado por peixebanana às 11:52
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

Aguiar Stories

 

in viana e tal...

http://vianadoalentejo.blogspot.com/

 

publicado por peixebanana às 23:19
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

num mundo de realidade virtual

 

 

 

 

 

 

Em 2005, aquando das eleições autárquicas, a CDU do concelho de Viana do Alentejo editou, produziu, e divulgou o seu programa eleitoral. Bonitinho, azulinho, cheio de confiança e segurança, confesso que na altura embora fosse morador, não era ainda eleitor nem me sentia com conhecimento suficiente para exercer o meu direito de voto neste concelho, mas uma coisa foi certa, este programa eleitoral era de longe o melhor, excelente edição, bom papel e melhores conteúdos, agora percebo porque é que a CDU ganhou as eleições com tão larga margem. Esta “força da diferença”, com um “projecto político de esquerda diferente” levou as pessoas a pensar igual e lá foram votar nos diferentes de sempre.
 
O PROGRAMA
 
(…) 1 – CDU – A FORÇA DA DIFERENÇA
- Gestão democrática, inovadora, aberta e participada.
- Recusa de privilégios pessoais, com respeito integral pelo princípio de “não ser prejudicado, nem beneficiado”. Isenção, trabalho, competência e honestidade.
- Respeito pelos cidadão e apoio ás suas justas reivindicações e aspirações.
- Defesa do serviço público.
- Valorização e dignificação profissional dos trabalhadores das autarquias e modernização dos serviços autárquicos.
- Lutar pela regionalização e pelo reforço do municipalismo com aprofundamento da descentralização de competências para as freguesias, nomeadamente na realização de pequenas obras.
- Fomentar a dinâmica popular motivando a participação dos munícipes na vida das autarquias.
- Promover um prestar de contas periódico a toda a população sobre a actividade desenvolvida, nomeadamente através do boletim municipal e de boletins informativos das juntas de freguesia.
- Manter e aperfeiçoar o atendimento personalizado ao munícipe em todos os órgãos executivos autárquicos.
- Exigir e captar mais financiamentos, tanto nacionais como da união europeia.
- Lutar para que o governo cumpra integralmente a Lei das Finanças Locais, para uma maior descentralização de meios financeiros (…)
 
Quem lê esta pequena introdução fica descansado, tão descansado que mesmo sendo filiado ou simpatizante de um outro partido qualquer perde a vontade de ir às urnas. Eles são inovadores, vão ter uma gestão democrática muito aberta e eu também posso participar, isto é que é democracia e como se pode comprovar fazem-se filas á porta da CMVA para participar, como todos sabemos este é o único município em que é notória a “Recusa de privilégios pessoais, com respeito integral pelo princípio de “não ser prejudicado, nem beneficiado”. Isenção, trabalho, competência e honestidade”. Aqui somos todos iguais, pena haver uns mais iguais que os outros.
“Fomentar a dinâmica popular motivando a participação dos munícipes na vida das autarquias” este acho que estão a conseguir, nunca se falou tanto na CMVA como nos últimos tempos e com algum sucesso, pois pretendentes a participar na vida da autarquia não faltam. Quanto a prestar contas através do Boletim Municipal isso até em 2005 eu sabia que não podia ser verdade, mas há sempre alguns que acreditam.
 
(…) 2 – URBANISMO E PLANEAMENTO (para o município)
- Promover a expansão urbana nas três freguesias de forma equilibrada e harmoniosa.
- Promover a recuperação dos centros históricos de Viana, Alcáçovas e Aguiar requalificando a imagem urbana
- Continuação da conservação e valorização do património histórico e arquitectónico de todo o concelho, nomeadamente da anta de Aguiar
- Ampliação dos cemitérios de Aguiar e Alcáçovas, melhoramento no cemitério de Viana.
- Conservação, Manutenção e melhoramento da rede viária urbana (asfaltamentos/calcetamentos)
- Conservação e manutenção de azinhagas e caminhos agrícolas
- Continuar a adquirir e infra-estruturar terrenos para novos loteamentos.
- Desenvolver esforços para infra-estruturar a zona envolvente do Santuário de Nossa Senhora de Aires.
- Continuar a procurar solucionar a posse das casas do Bairro das Pré-Fabricadas, com venda dos terrenos aos seus ocupantes
- Promover a requalificação de fontes e chafarizes
- Melhoria e extensão da iluminação pública (…)
 
Harmoniosamente não se expandiu nada em termos urbanos nas três freguesias, a imagem urbana permanece inalterada nas três freguesias em alguns casos senão na maioria bem pior do que no inicio do mandato não houve tempo para recuperações muito menos requalificações. Limparam o silvado da anta de Aguiar! Obrigado. É provável que ampliem os cemitérios, á falta de atrair e manter uma população jovem agora alargam-se os cemitérios, mas é uma boa medida, pode ser que sobre espaço para todos. Com a medida popular de alcatroar o concelho inteiro esqueceram-se que a calçada é um elemento característico com muitas qualidades, qualquer dia começam a cair para as valas que se criam com tanta camada de alcatrão. Espero que tenham feito bons negócios no que concerne á aquisição de novos terrenos, eu como eleitor não tenho conhecimento de nada, mas sei que o segredo é a alma do negócio, pena é que seja tudo negócio ou devo dizer segredo.
Infra-estruturar a Senhora d’Aires passa por fazer algum teleférico, vejo lá os cabos com os postes mas nunca vi o teleférico.
O povo de Aguiar agradece a brevidade que têm dado a este assunto relacionado com as casas pré fabricadas, e eu pergunto-me: A quem é que os moradores irão comprar ao terrenos? Será a CMVA a dona ou a Junta de Freguesia de Aguiar, ou a Herdade dos Casões, ou os legítimos moradores que pagaram renda durante alguns anos? Mas é bom saber que tinham essa intenção. As fontes e os chafarizes estão como a iluminação pública, ou não dá luz ou dão pouca pelo menos é assim aqui para estes lados.
 
(…) 2 – URBANISMO E PLANEAMENTO (para as assembleias de freguesia)
VIANA
- Conservação, manutenção e construção de novos sanitários públicos nomeadamente no largo de S. Luis
- Arranjo das rotundas e entradas da Vila
ALCÁÇOVAS
- Criar condições para o parque de estacionamento junto á igreja matriz
- Conservação, manutenção e construção de novos sanitários públicos, nomeadamente nos bairros da lage e dos barrancões.
AGUIAR
- Construção de Sanitário pública na zona do mercado e conservação e manutenção dos existentes
- Arranjo das rotundas e entradas da Vila (…)
 
As assembleias ficam com os balneários, engraçado em Aguiar vamos ter novos separados por meia dúzia de metros, para os mais apertados. Um pequeno reparo, as entradas de Viana estão uma maravilha, as de Aguiar se eram boas continuam na mesma em Alcáçovas não mexam muito, não vá o povo ficar desiludido.
 
 
(...)3 – CULTURA, DESPORTO, EDUCAÇÃO E TEMPOS LIVRES
- Defender os valores culturais e contribuir para o aprofundamento da identidade da nossa região
- Construção da Piscina Municipal em Alcáçovas
- Construção da Piscina coberta em Viana
- Construção do Pavilhão Polidesportivo Coberto de Aguiar e criação de condições para recolocação da zona desportiva descoberta
- Remodelação do antigo cinema de Alcáçovas, contemplando espaços para as colectividades sem sede própria
- Ampliação, conservação e manutenção de espaços verdes e de lazer
- Remodelação e embelezamento do edifício da antiga cooperativa em Aguiar
- Continuar a desenvolver esforços para implementar o centro cultural das Alcáçovas
- Continuar a requalificação do parque escolar, colaborar com os agrupamentos escolares e reforçar a intervenção na área educativa
- Promover a criação de uma zona de pesca desportiva
- Trabalhar para a realização de um evento agregador de toda a área associativa
- Desenvolver um plano de trabalho com juventude e colaborar com os organismos existentes
- Aprofundar a politica com a 3ª idade e colaborar com organismos existentes
- Colaboração com as instituições desportivas, culturais e recreativas
- Melhorar os regulamentos de apoio ás actividades desportivas e culturais
- Trabalhar para a construção de um novo edifício pré-escolar e 1º ciclo em Viana do Alentejo.
 
PARA AS ASSEMBLEIAS DE FREGUESIA
VIANA
- Criação de um evento anual de índole cultural que valorize os usos e costumes
- Promover a ocupação de tempos livres de crianças e jovens
- Criação de novo parque infantil na Serra e nos novos loteamentos, e conservar os já existentes
- Realizar um evento que valorize os jovens artistas da freguesia
- Estudar um programa de animação das praças na Freguesia.
ALCÁÇOVAS
- Continuar a promover a quinzena cultural em parceria com a câmara.
- Criar evento próprio para comemoração do dia da freguesia
- Reforçar o intercâmbio com Paço de Arcos e trabalhar para criar geminação com Tordesilhas
- Reinstalar e dignificar o museu Rural
- Continuar a promover a recepção ao professor, bem como promover eventos comemorativos de datas significativas
- Promover a ocupação de tempos livres de crianças e jovens
- Continuar a apoiar as associações e instituições da freguesia
- Criação de novos parques infantis nos bairros dos barrancões e Chão do Mocho, e conservar os já existentes.
AGUIAR
- Continuar a trabalhar para engrandecer a festa da primavera
- Promover a ocupação de tempos livres de crianças e jovens
- Continuar a apoiar as associações e instituições da freguesia
- Conservar e melhorar o parque infantil do jardim. (...)
 
Caríssimos amigos, o que é que se tem feito para defender os valores culturais e contribuir para o aprofundamento da identidade da nossa região, o concelho continua a marcar a paisagem de forma indelével, sem nada que caracterize o conjunto, sem nada que caracterize os produtos da região, sem marca. Mesmo não sendo nascido e criado e por isso pouco conhecedor de todos os costumes e tradições tenho notado muita falta de divulgação ou de ligação do nosso concelho a algo em especial que leve o português comum a identificar o concelho facilmente, nem que seja a um plano distrital ou regional. É bom viver aqui, com toda a certeza não é muito difícil manter uma população e até fazê-la crescer quando estamos tão perto de uma cidade de média dimensão (Évora) e a escassos 50 km de Beja.
Iremos ter mais uma piscina Municipal em Alcáçovas, óptimo, e quem faz da natação um desporto vai ter de continuar a ir até Évora para dar umas braçadas durante o Outono, inverno e primavera, mas como ainda têm um ano pode ser que as piscinas cobertas brotem, tal como o pavilhão de Aguiar, a remodelação do antigo cinema de Alcáçovas, a remodelação e embelezamento do edifício da antiga cooperativa em Aguiar, a requalificação do parque escolar, a criação de uma zona de pesca desportiva, a realização de um evento agregador de toda a área associativa, melhorar os regulamentos de apoio ás actividades desportivas e culturais, trabalhar para a construção de um novo edifício pré-escolar e 1º ciclo em Viana do Alentejo, enfim que ano trabalhoso que ai vem, em relação ás ASSEMBLEIAS DE FREGUESIA, até vão fazendo á pedinchice, já agora quando voltarem a conservar e melhorar o parque infantil do jardim, levem a ferramenta e os rolos de lixa, as crianças agradecem, da mesma forma que agradecem um parque arranjado.
 
(...) 4 – DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO
- Trabalhar para a ampliação das zonas industriais de Alcáçovas e de Viana do Alentejo.
- Trabalhar para a criação de zona oficinal de Aguiar
- Continuar a apoiar a instalação de empresas, quer nas zonas industriais, quer em outras áreas do concelho
- Dinamizar o gabinete de apoio ao Desenvolvimento Económico
- Continuar a promoção turística e económica do concelho com a participação em Feiras e outros eventos
- Continuar a valorizar e dignificar as feiras anuais do concelho
- Continuar a valorizar e engrandecer a Mostra de Doçaria em Alcáçovas
- Promover e valorizar o artesanato do Concelho
- Estudar um programa municipal de apoio às micro, pequenas e médias empresas. (...)
 
Quanto mais leio mais começo a pensar que um ano não chega, mas se calhar estes programas eleitorais são feitos a pensar em 8 ou 12 anos, afinal a realidade tem sido essa, - já lá estamos á tanto tempo que se não fizermos nesta legislatura fazemos na outra a seguir, mas fazemos!
Parece que estamos a entrar num mundo de realidade virtual. Aguiarenses, Vianenses, Alcaçovenses, ponham os óculos 3D e olhem para as zonas industriais… enormes! vejam bem a zona oficinal em Aguiar … Brutal!
A dinâmica deste gabinete de apoio ao Desenvolvimento Económico, impressionante!
A promoção turística e cultural do concelho existe? Vão me dizer que levam um grupo coral às feiras e isso resolve a questão?
Em relação ao programa municipal de apoio ás micro, pequenas e médias empresas, é importante que tenham em atenção á parte do apoio, o maior empregador privado em Aguiar, não pediu auxilio nem queria, mas contou com a vossa ajuda na forma de pagamento de uma coima bem como na ajuda em relação ás questões que surgiram relativas ao Ordenamento do Território, não é bom receber um investidor assim, que mesmo pequeno, já trouxe funcionários a comprar casa em Aguiar. As questões técnicas devem ser tratadas com isenção, mas com critério se quisermos ser um conselho competitivo.
 
(...) 5 – ESPAÇOS VERDES, AMBIENTE E ABASTECIMENTO PÚBLICO
PARA O MUNICIPIO
- Construção de novo reservatório de água em Viana do Alentejo para melhorar o abastecimento do concelho
- Construção de novo reservatório de água em Aguiar
- Construção de nova conduta adutora de água entre Viana e Alcáçovas
- Construção de novas ETAR’s em Alcáçovas (zona sul) e Aguiar (zona norte) e remodelação da ETAR da Sr.ª d’Aires em Viana
- Reforço dos ecopontos
 
PARA AS ASSEMBLEIAS DE FREGUESIA
VIANA
- Ampliar a limpeza e higiene urbana em todas as ruas da Freguesia, com reforço de papeleiras e vidrões.
- Conservar os espaços verdes existentes e concluir as redes de rega automática
ALCÁÇOVAS
- Valorizar os parques de merendas de vale tanques e chão dos Courinhos
- Ampliar a limpeza e higiene urbana em todas as ruas da Freguesia, com reforço de papeleiras e vidrões.
- Conservar os espaços verdes existentes e concluir as redes de rega automática
AGUIAR
- Ampliar a limpeza e higiene urbana em todas as ruas da Freguesia, com reforço de papeleiras e vidrões.
- Conservar os espaços verdes existentes e concluir as redes de rega automática
- Arranjo do parque dos namorados
- Embelezar a zona do rossio e sua envolvente
- Arranjo da zona envolvente ao cemitério (...)
 
Em relação ESPAÇOS VERDES, AMBIENTE E ABASTECIMENTO PÚBLICO, não me vou prolongar muito.  É verdade que o concelho está reforçado de ecopontos, está limpo e bem regado.
Um pequeno aparte, que bonito ficou o rossio de Aguiar.
 
DEPOIS VEM O PONTO 6 POLITICA SOCIAL E SOLIDARIEDADE E O PONTO 7 QUE TRATA DAS REIVINDICAÇÕES AO PODER CENTRAL, que é mais do mesmo, não digo que não tenham feito nada, mas fico espantado com a falta de objectividade.
 
8 - HUMOR (o melhor)
 
“A vasta experiência autárquica e o profundo conhecimento real do concelho, levou a CDU Viana, a apresentar um programa realista, que sabe que poderá concretizar.”
“Para chegarmos á elaboração deste trabalho que agora apresentamos á população do nosso concelho, passamos por centenas de opiniões de pessoas individuais…”
“Tivemos um extremo rigor nas propostas que apresentamos e assumimos um sólido compromisso com a população do nosso concelho na realização de todas.”
“Temos na CDU uma concepção do exercício do poder que nos leva a prestar contas permanentemente…”
 
Nota 1: o ponto 8 não pertençe ao programa eleitoral, apenas o seu conteudo.
Nota 2: O que se encontra escrito em termos de coméntário é da exclusiva responsabilidae do peixe banana e trata-se de uma mera opinião.
Nota 3: Nada tenho contra as pessoas que pensaram, editaram, produziram este programa eleitoral, até porque me fizeram passar um bom bocado.

 

publicado por peixebanana às 01:41
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

inteeernnettti.... bllloggggggggg

 

 

A propósito de internet, já era tarde, fui comprar tabaco, cumprimentei quem estava como sempre o faço, olhei para o lado e alguém depois de arrastar as palavras internet e blog, olhou muito profundamente para mim e perguntou-me se eu me estava a meter com ele, sorri e por pouco não apanhei com uma garrafa de cerveja em cima (reflexos de peixe banana).

 

Caro amigo da garrafa de cerveja, á garrafada não chegas lá!

publicado por peixebanana às 00:35
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

Museu Guggenheim Bilbao - Frank Gehry

 

O Museu Guggenheim Bilbao, situado na cidade basca de Bilbau é um dos cinco museus pertencentes à Fundação Solomon R. Guggenheim no mundo. Projectado pelo arquitecto norte-americano Frank Gehry, é hoje um dos locais mais visitados da Espanha. O seu projecto foi parte de um esforço para revitalizar Bilbau e, hoje, recebe visitantes de todo o mundo.
 
 

 

foto: isabel gomes da silva in olhares

 

 

foto: artur liegeois in olhares

 

 

 

foto: luisa branco in olhares

 

 

 

foto: romeu coimbra in olhares

 

 

 

 

Externamente, o museu é coberto por superfícies de titânio curvadas em vários pontos, que lembram escamas de um peixe, mostrando a influência das formas orgânicas presentes em muitos trabalhos de Gehry. Do átrio central, que tem 50 metros de altura e lembra uma flor cheia de curvas, partem passarelas para os três níveis de galerias. Visto do rio, o edifício parece ter a forma de um barco, homenageando a cidade portuária de Bilbau.
publicado por peixebanana às 18:29
link do post | comentar | favorito
|

Casa da Cascata - Frank Lloyd Wright

 

 

Localidade

Pensilvania, E.U.A.

 

Arquitecto

Frank Lloyd Wright

 

Movimento

Funcionalismo Orgânico

 

Ano

1935-1939

 

Informação

O pai de um aluno de Wright, fez o pedido para Wright projectar uma casa neste local. Logo após este pedido, Wright junto com os seus alunos, foi estudar o terreno pormenorizadamente, desde a cascata, o rio, as rochas e ate mesmo as arvores. Após este estudo pormenorizado esteve três meses sem tocar no projecto.

Passado este período contacta o seu cliente informando-o que o projecto já estava pronto e gostaria que ele o visse. Enquanto o cliente não chegou ele projectou, em dimensões superiores as normais, o 1º piso, 2º piso, corte, a projecção total da casa. Isto tudo em menos de três horas.

Frank Lloyd Wright disse ao seu cliente: “Quero que viva com a sua cascata. Não quero que a veja, mas que faça parte integrante da sua vida.”

Falling Water é uma casa espectacular que “se projecta num penhasco, agarra as rochas, suspensa no espaço por planos horizontais sobrepostos, com a continuidade da água por baixo”.

publicado por peixebanana às 03:49
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.Sobre um dia perfeito para os peixes banana

 

Um dia perfeito para os peixes banana é um blog sem cor, mas com opinião acerca de algumas questões que são importantes para todos nós. Não pretende fazer oposição a nada nem a ninguém, pretende apenas despertar os sentidos de quem pode fazer mais e melhor. Tem acesso livre e publicação de comentários que embora moderados são normalmente publicados na integra (a moderação serve exclusivamente para que se proteja a integridade pessoal da nossa gente).
Se pretender contactar o blog via email pode fazê-lo para peixebanana@sapo.pt e colocar as suas opiniões, duvidas ou participar no blog. Um dia perfeito para os peixes banana reserva-se no direito de publicar apenas o que acha válido para uma opinião responsável e construtiva.
A causa publica é a principal bandeira e existe para que através de uma opinião (que não passa disso mesmo), se possa debater um tema e assim adquirir conhecimento.
Quem não gosta do formato não veja, quem gosta sinta-se em casa, mas ambos são bem recebidos.
 
Um dia perfeito para os peixes banana

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

 

Clarice Lispector

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favoritos

. QUARTOS-CHAMBRES-ROOMS

.links

.o tempo

eztools.com

.sobre o peixe banana

.posts recentes

. ...

. retratos

. Movimento Unidos pelo Con...

. twenty three:

. Curtas

. Moderação

. Um docinho...

. Unidos Venceremos

. Apresentação do candidato

. Modern Toss

. Era uma vez...

. more wordboner

. O curso

. Projectos do Sr. Eng. Soc...

. Sim é possivél, urinar em...

. PLANO PARA SALVAR PORTUGA...

. Word Boner

. tumblr

. Para quem ainda tinha duv...

. Viana tem mais encanto na...

Alucinações

 
Um polícia reformado imagina que uma criança inglesa morreu num trágico acidente e que o corpo foi congelado ou conservado no frio pelos pais e amigos.

Um político socialista imaginou que era possível combater a corrupção neste sítio cada vez mais mal frequentado, apresentou um pacote de medidas e ficou muito desiludido quando o seu partido o atirou para o lixo e aprovou um conjunto de diplomas que vai deixar tudo como antes, o quartel-general em Abrantes. O mesmo político imagina, agora, que a corrupção está mais elevada do que nunca e fica triste porque ninguém lhe liga nenhuma.

A líder do maior partido da Oposição imagina que é possível chegar ao poder sem andar por aí em festas folclóricas, em espectáculos medíocres e chega ao ponto de dizer que vai tentar falar verdade sobre os problemas do sítio e que não se pronuncia sobre assuntos que não conhece.

Um ministro deste Governo socialista imagina-se como director comercial de uma multinacional e salta de contente sempre que assina um contrato com uma empresa qualquer. O mesmo governante imagina um dia que a crise económica, financeira e social já passou e no outro imagina que o que aí vem vai ser bem pior.

Um primeiro-ministro que os indígenas elegeram em 2005 com maioria absoluta imagina que vive num sítio maravilhoso, com uma economia pujante, com um nível de vida extraordinário, com cidadãos altamente qualificados e até imagina que Angola tem um governo fabuloso, digno dos maiores elogios, que a Líbia é dirigida por um ser normal, democrático, que até escreveu em tempos um livro que só por acaso não ganhou o Nobel da Literatura e que a Venezuela tem um presidente civilizado, com os alqueires todos no sítio e que merece ser recebido várias vezes em poucos meses com gestos de grande carinho e amizade.

Um Presidente da República imagina que os seus silêncios são mais importantes do que as suas palavras e imagina que quando discursa alguém o ouve verdadeiramente com atenção. Imagina que quando fala na necessidade de se combater a corrupção ou atacar a sério os problemas da Justiça e da Educação alguém o leva verdadeiramente a sério e vai a correr preparar mais uns diplomas para indígena ver.

A alucinação, como se vê, veio para ficar. Está a tornar-se numa pandemia. Em vez de dinheiros da Europa, o sítio precisa urgentemente de uma enorme equipa de psiquiatras que o cure da doença enquanto há tempo e esperança de cura.

António Ribeiro Ferreira
[in Correio da Manhã, 28.07.2008]

.visitantes

Web Counters
Cheap Laptop

.subscrever feeds