Domingo, 11 de Maio de 2008

Quem quer casa??

A propósito de “fogos devolutos”… aí vêm mais 1470

 
(Sousa da Sé: “Um dos futuros “bairros” do Évora Resort”)

Quantos eborenses saberão que, à sombra do PDM recentemente aprovado, está já em curso uma das anunciadas operações de loteamento de grandes herdades da envolvente da cidade, operações que a pretexto do desenvolvimento turístico do Alentejo, contam ainda com uma ajudinha do Governo que oportunamente os considerou como PINs (projectos de interesse nacional…)? Ou seja um emporrãozito, para resolver as chatices da Reserva Ecológica Nacional, da Reserva Agrícola Nacional, etc… etc…

Para os muitos distraídos desta cidade aí vão alguns números. Mas atenção, nada de confusões, são números apenas de uma das operações em curso, aliás a mais badalada, o chamado "ÉVORA RESORT", ou por outras palavras, a Herdade Sousa da Sé, ali para as bandas da saída Nascente da A6, a meio caminho da Azaruja, não muito longe da futura estação do TGV:

  • Área de intervenção sujeita ao loteamento: 900 hectares
  • Área de construção: 28 hectares
  • Número de lotes: 1 117
  • Número de moradias - 1091 destinados a moradia
  • Número total de fogos - 1 470 fogos
  • Número máximo de pisos 3 (acima da soleira), 2 (cave)
  • Camas “turísticas”(?) - 5 570
  • Uma zona comercial (?) com 5 500 m2
  • Estacionamento – 5 100 lugares
  • Hotéis – 2
  • SPA – 2
  • Campos de golf – 2
  • Centro de estágios desportivos (outro?)
  • Restaurantes – vários
  • Piscinas – várias
  • Heliporto, Colégio, Parque Infantil, etc…
Tanta alarvice, pode ter algumas explicações: tentar afastar a “concorrência” que se anuncia para outras Herdades, como a dos Almendres, Padres, etc… Propor 1000 para conseguir 100 ou 200, ou ainda valorizar ao máximo para, uma vez “aprovado o loteamento” vender a outros “patos bravos” ainda com mais dinheiro. Ou seja, especulação pura (ainda que em época de grande crise financeira internacional, em parte associada à especulação urbanística, veja-se os casos americano e espanhol…) com a ajuda, se não mesmo o apoio descarado e interessado da Câmara e do Governo. E viva a democracia!...

 

 

posted by manoelinho in http://maisevora.blogspot.com/

 

editado por peixebanana

 

publicado por peixebanana às 00:47
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De PsYcHo_MiNd a 12 de Maio de 2008 às 12:08
Especulação urbanística como nos States e na Espanha!? Não sabia que a nossa economia estava tão em alta. A ver o dólar tão abaixo do euro e a recessão do mercado imobiliário como nunca vista... E mesmo a Espanha a começar a recessão em que se encontra, muito mal iria esta Europa com Portugal e tal situação. Talvez quisesse antes comparar com o Iraque ou Afeganistão. Pelo menos assim como no Alentejo é só deserto.
De Anonimo a 12 de Maio de 2008 às 15:08
Não psycho-mind ... O peixe banana sabe muito bem do que fala e a especulação existe mesmo e não precisamos de ir para tão longe para a vermos ou sentirmos... Temos no país e no distrito bastante especulação económica em que alguns com passes mágicos e amigos dos tachos políticos conseguem até alterar substancialmente os limites ou reservas dos PDMs ... Era isso que o peixe queria alertar e Évora é aqui tão perto de nós... Imagina que o PDM do concelho também começa a sofrer influencias ou favoritismos locais, então é que seria o caos total! Não é preciso ir fazer comparações para tão longe, fiquemos no país e analisemos o Alentejo e o distrito e poderemos confirmar que especulação imobiliária existe e que beneficiações e favoritismos a alguns parceiros políticos também... Acho que o peixe banana, nos está a tentar abrir os olhos... Parece ser alguém muito esclarecido e com vontade de ajudar! Vamos tentar aproveitar os seus alertas e contributos, até porque a livre discussão pode ser muito esclarecedora e proveitosa! Obrigada peixe banana, Aguiar agradece a tua visão sensível sobre os interesses desumanos que movem a sociedade actual...! A que nós por aqui, podemos não estar livres!!!!
De peixebanana a 12 de Maio de 2008 às 22:10
Sou um defensor da iniciativa privada, gosto de competir de uma forma saudavel, sem truques e sem favoritismos. Acho que o estado não nos deve substituir mas sim ajudar colaborando com todos e não apenas com alguns.

De anonimo a 13 de Maio de 2008 às 14:52
De acordo peixe banana...
Mas não é a isso que infelizmente assistimos!
Porque o que o governo está a fazer é pura e simplesmente governamentalizar tudo o que lhe parece ir de encontro aos seus interesses meramente políticos e até financeiros!
E está a contribuir a passos largos para asfixiar o país financeiramente...
E a livre iniciativa e os incentivos ao investimento para aqueles que possam estar interessados e com capacidade para o fazer... ? O que é isso para o governo?
De Psycho_Mind a 13 de Maio de 2008 às 14:11
Anónimo... Não tem razão quando se refere a outras economias como comparação, está completamente a desfasar a realidade. Não disse que não aconteça no Alentejo, por que acontece, como em todo o país há já algum tempo e toda a gente sabe disso. Mas pense lá se não houvesse especulação...
De morador a 13 de Maio de 2008 às 18:56
E então se não houvesse especulação era mau...???
Achas que é bom haver tanta especulação, é???
Explica o teu ponto de vista, s.f.f.
De anonimo a 13 de Maio de 2008 às 20:31
é por causa dessa palavra ESPECULAÇÃO e o significado da mesma que hoje à meia noite os preços da gasolina e do gasoleo vai subir 3 centimos por litro.
Agora pergunto até quando vamos conseguir suportar os aumentos dos combustiveis porque com estes aumentos todos os preços irão subir novamente,há muitas empresas que nao suportam isto e depois é fechar e vê-los aos 400 e 500 desempregados,e as autoridades competentes a vê-los fazerem o que querem e a quem custa é sempre aos mesmos.
Hoje meti gasolina e estava a 1.454 o litro com este aumento passa para 1.484 VERGONHA!!!!!
De ANONIMO a 13 de Maio de 2008 às 23:18
Pois é a especulação é que lixa a arraia miúda ... Não sei o que vai na cabeça do psyco-mind para dizer aquilo... Mas ele ainda não respondeu ao pedido de explicação, porquê ? Ups , está a reflectir melhor...

Comentar post

.Sobre um dia perfeito para os peixes banana

 

Um dia perfeito para os peixes banana é um blog sem cor, mas com opinião acerca de algumas questões que são importantes para todos nós. Não pretende fazer oposição a nada nem a ninguém, pretende apenas despertar os sentidos de quem pode fazer mais e melhor. Tem acesso livre e publicação de comentários que embora moderados são normalmente publicados na integra (a moderação serve exclusivamente para que se proteja a integridade pessoal da nossa gente).
Se pretender contactar o blog via email pode fazê-lo para peixebanana@sapo.pt e colocar as suas opiniões, duvidas ou participar no blog. Um dia perfeito para os peixes banana reserva-se no direito de publicar apenas o que acha válido para uma opinião responsável e construtiva.
A causa publica é a principal bandeira e existe para que através de uma opinião (que não passa disso mesmo), se possa debater um tema e assim adquirir conhecimento.
Quem não gosta do formato não veja, quem gosta sinta-se em casa, mas ambos são bem recebidos.
 
Um dia perfeito para os peixes banana

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.

 

Clarice Lispector

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.favoritos

. QUARTOS-CHAMBRES-ROOMS

.links

.o tempo

eztools.com

.sobre o peixe banana

.posts recentes

. ...

. retratos

. Movimento Unidos pelo Con...

. twenty three:

. Curtas

. Moderação

. Um docinho...

. Unidos Venceremos

. Apresentação do candidato

. Modern Toss

. Era uma vez...

. more wordboner

. O curso

. Projectos do Sr. Eng. Soc...

. Sim é possivél, urinar em...

. PLANO PARA SALVAR PORTUGA...

. Word Boner

. tumblr

. Para quem ainda tinha duv...

. Viana tem mais encanto na...

Alucinações

 
Um polícia reformado imagina que uma criança inglesa morreu num trágico acidente e que o corpo foi congelado ou conservado no frio pelos pais e amigos.

Um político socialista imaginou que era possível combater a corrupção neste sítio cada vez mais mal frequentado, apresentou um pacote de medidas e ficou muito desiludido quando o seu partido o atirou para o lixo e aprovou um conjunto de diplomas que vai deixar tudo como antes, o quartel-general em Abrantes. O mesmo político imagina, agora, que a corrupção está mais elevada do que nunca e fica triste porque ninguém lhe liga nenhuma.

A líder do maior partido da Oposição imagina que é possível chegar ao poder sem andar por aí em festas folclóricas, em espectáculos medíocres e chega ao ponto de dizer que vai tentar falar verdade sobre os problemas do sítio e que não se pronuncia sobre assuntos que não conhece.

Um ministro deste Governo socialista imagina-se como director comercial de uma multinacional e salta de contente sempre que assina um contrato com uma empresa qualquer. O mesmo governante imagina um dia que a crise económica, financeira e social já passou e no outro imagina que o que aí vem vai ser bem pior.

Um primeiro-ministro que os indígenas elegeram em 2005 com maioria absoluta imagina que vive num sítio maravilhoso, com uma economia pujante, com um nível de vida extraordinário, com cidadãos altamente qualificados e até imagina que Angola tem um governo fabuloso, digno dos maiores elogios, que a Líbia é dirigida por um ser normal, democrático, que até escreveu em tempos um livro que só por acaso não ganhou o Nobel da Literatura e que a Venezuela tem um presidente civilizado, com os alqueires todos no sítio e que merece ser recebido várias vezes em poucos meses com gestos de grande carinho e amizade.

Um Presidente da República imagina que os seus silêncios são mais importantes do que as suas palavras e imagina que quando discursa alguém o ouve verdadeiramente com atenção. Imagina que quando fala na necessidade de se combater a corrupção ou atacar a sério os problemas da Justiça e da Educação alguém o leva verdadeiramente a sério e vai a correr preparar mais uns diplomas para indígena ver.

A alucinação, como se vê, veio para ficar. Está a tornar-se numa pandemia. Em vez de dinheiros da Europa, o sítio precisa urgentemente de uma enorme equipa de psiquiatras que o cure da doença enquanto há tempo e esperança de cura.

António Ribeiro Ferreira
[in Correio da Manhã, 28.07.2008]

.visitantes

Web Counters
Cheap Laptop

.subscrever feeds